Arquidiocese de Manaus

Somos membros uns dos outros

Este é o lema do 53º Dia Mundial das Comunicações Sociais. O tema é “Das comunidades de redes socais à comunidade humana”. O cartaz faz uma interpretação da mensagem do Papa para este dia. No centro estão duas figuras humanas ligadas pelo cérebro. Estão olhando para lados opostos, mas estão visceralmente unidas. O destino do homem está ligado à comunicação. Podemos fugir, colocar dificuldades, ter preconceitos, mas só seremos felizes e encontraremos nossa realização quando nos comunicarmos conosco mesmos, com os outros e com Deus. Isto por que a nossa natureza vem de Deus que é comunicação entre três pessoas.

Os meios de comunicação são somente meios e não substituem a comunicação pessoal, mas a torna possível. Comunicar por comunicar não acrescenta nada a ninguém. As duas figuras estão dentro de um telefone celular. Este aparelho é o responsável pela maior revolução de todos os tempos no campo da comunicação e do conhecimento. Ele é o responsável junto com a internet pela socialização e acesso a todas as áreas de conhecimento. Basta digitar uma palavra chave e você tem todas as informações do que se falou e se produziu neste tema. Escolha um site e faça a pesquisa online. O celular permite uma comunicação imediata.

O fundo do cartaz está dominado por um ambiente urbano. É onde milhões de seres humanos procuram sobreviver, materialmente e espiritualmente. A cultura urbana, se bem que não seja a única, é hegemônica. Não tenho dúvida que a rapidez da informação e o acesso universal a ela ajudam na construção da cidadania. Um povo bem informado dificilmente será manipulado. Mas ao mesmo tempo surgem fenômenos como o das fake news, que mostram como estes novos meios podem ser manipulados, os indivíduos também correm o risco de se isolarem no mundo virtual e passarem ao largo da vida real.

A realidade sempre se impõe no final e muitos podem ser surpreendidos pela dor e pelas perdas da existência real. É preciso saber usar estes meios fabulosos que estão a nossa disposição e que não estavam nas gerações passadas. Aí entra a Pastoral da Comunicação. Em primeiro lugar reconhecendo estas possibilidades como graça de Deus e obra do Espírito que renova a face da terra. Um mundo novo e uma nova civilização está surgindo. As possibilidades de comunicação que a internet veio trazer são fantásticas. Para o cristianismo se abrem portas antes inimagináveis de concretização de sua mensagem de amor que é no fundo comunicação da vida.

Quando comunicamos a verdade e nos sintonizamos com a verdade do outro, transmitindo esperança e confiança, colaboramos para que a comunhão entre os seres humanos seja real e que possamos dizer uns aos outros, você é carne de minha carne e osso dos meus ossos, companheiro e companheira da mesma jornada neste mundo. Num mundo em que as forças do mal agem impondo a divisão, a exploração e o menosprezo de uns pelos outros, o cristão utiliza todos os meios ao seu alcance para unir, juntar, partilhar, porque sabe que aí está Deus, a origem de tudo e a única fonte absoluta de felicidade.

ARTIGO DE DOM SERGIO EDUARDO CASTRIANI – ARCEBISPO METROPOLITANO DE MANAUS
JORNAL: AMAZONAS EM TEMPO
Data de Publicação: 2.6.2019


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *