Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

SAL orienta sobre a importância de preparar a celebração litúrgica na Região Episcopal N. Sra. Aparecida

Cerca de 200 pessoas, pertencentes aos setores Padre Pedro Vignola, Padre Ruggero Ruvoletto  que compõem a Região Episcopal, inclusive do interior de Estado, de Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva, participaram da Formação Litúrgica sobre a Ação de Cristo e da Igreja na liturgia e Preparar para bem celebrar, realizada na manhã do dia 18 de maio, no Centro Pastoral da Comunidade São Francisco de Assis, no bairro Amazonino Mendes.  Como resultado espera-se que os participantes tenham adquirido mais conhecimento sobre a Liturgia, a Igreja e o saber celebrar, e saibam colocar em prática dentro da sua comunidade, sendo multiplicadores do conhecimento recebido.

A assessora do encontro foi a irmã Marinez Cantelli, da Congregação das Pias Discípulas do Divino Mestre e também assessora do Serviço de Animação Litúrgica (SAL) da Arquidiocese de Manaus, que afirmou ser esta a continuidade a uma formação que iniciada em 2016, quando a equipe passou por todos os setores refletindo sobre a Pastoral Litúrgica que tem, dentre suas atividades, a função de preparar a celebração. “É importante a participação ativa, consciente e frutuosa de todos, e pra isso é preciso uma devida preparação das celebrações. No mundo atual perdemos um pouco do essencial em virtude das tecnologias e por isso é importante uma reunião presencial para prepará-la, a fim de entrar no sentido da liturgia, entender e colocar nossa vida dentro do mistério celebrado, o mistério pascal de Jesus. Liturgia envolve ministros da eucaristia e da palavra, coroinhas, música, proclamadores, dentre outros. A gente não dá só formação com conteúdo a respeito da liturgia, mas queremos ajudar as pessoas a fazerem a experiência de vivenciá-la, explicou a irmã Marinez.

O preparar ajuda a celebração ser mais dinâmica e criativa, ao mesmo tempo ser fiel à herança que recebemos. Os quase 200 participantes estiveram reunidos em grupos de trabalho para na prática, para preparar a celebração do sexto domingo da páscoa, pelo método proposto e isso deve ser levado para a comunidade e este ato repetido toda a semana na preparação celebração eucarística ou da palavra. Por fim, chamamos todos para um momento de ressonância para que os grupos falassem o que esta formação despertou neles e o que levarão para o trabalho deles nas comunidades. O que a formação vai ajudar no seu serviço na sua comunidade”, destacou a assessora do encontro.

A coordenadora leiga do Setor Padre Pedro Vignola, Delma Souza, afirmou que este foi um encontro muito importante, de grande interação, com representantes de todas as áreas da liturgia, ministros, coroinhas, coordenadores da pastoral, e outros interessados no conhecimento da liturgia. “Pra nós reunir pessoas da Região Episcopal é maravilhoso, pois nos integramos e nos conhecemos, apesar da logística e distância longa para alguns é muito melhor trabalhar dessa forma e poder conhecer todos dos três setores. Os participantes são multiplicadores e daqui vão levar o conhecimento adquirido  para os demais de sua comunidade. Essas formações são fundamentais para a gente celebrar bem, pondo em prática mesmo conhecimento adquirido, afirmou Delma.

Dom José Albuquerquer, bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus e vigário da região N. Sra. Aparecida, esteve presente e acolheu os participantes. Afirmou que estes momentos de formação são muito importantes para todos que fazem parte da igreja, que atuam nas pastorais, pois sempre tem o que refletir, conhecer, aprofundar.  “A formação litúrgica que temos precisa sempre ser confrontada com a nossa realidade pastoral. Nós nunca sabemos tudo, mas precisamos sempre conversar debater, perceber qual é a missão, qual é a responsabilidade de uma equipe  de uma pastoral litúrgica em uma comunidade ou uma paróquia.  Agradeço de coração a equipe do SAL, a coordenação Litúrgica da Arquidiocese que juntamente com a coordenação do setor padre Pedro Vignola organizou este encontro.  Que Deus abençoe a cada um e esse trabalho que é muito fecundo e frutífero.  Nós sabemos que nossa Arquidiocese de Manaus sempre  valorizou esse momento de formação e  quero dizer que precisamos sempre apoiar a Pastoral Litúrgica Arquidiocesana com suas pessoas dedicadas, disponíveis, preparadas que estão aí, junto com os párocos, nessa responsabilidade de fazer com que as celebrações litúrgicas sejam vivas e nos  ajudem a fazer uma experiência de encontro pessoal com Jesus Cristo que se manifesta e se revela na comunidade celebrante. Parabéns pela iniciativa.  E um agradecimento especial à Área Missionária São Pedro que nos recebe nesta manhã de sábado”, concluiu o bispo Dom José.

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *