Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom José preside cerimônia de Ordenação Diaconal transitória de Fr. Marcos Venícius

Na noite deste sábado (18/5), o Frei Marcos Venícius Souza da Silva, pertencente à Ordem dos Frades Menores Capuchinhos do Amazonas e Roraima,  foi ordenado como diácono transitório (preparação ao Sacerdócio), na Paróquia São Sebastião – Setor Centro Histórico. A Celebração Litúrgica foi presidida pelo bispo auxiliar da arquidiocese de Manaus, Dom José Albuquerque, concelebrada por vários padres e confrades que vieram de diversas partes da cidade participar da solenidade que também contou a presença de integrantes da família e de irmãos da congregação, além do povo em geral, oriundos de toda arquidiocese, inclusive de sua paróquia de origem, Divino Espírito Santo, localizada do bairro do Coroado.

A celebração teve início pontualmente às 18h. Após a procissão de entrada e as boas vindas de Dom José, o rito seguiu normalmente e, depois da leitura do Evangelho, proclamada pelo diácono Vitor Hugo, o custódio dos Frades Menores Capuchinhos do Amazonas e Roraima, Frei Carlo Maria, apresentou o frei Marcos Venícius ao bispo auxiliar afirmando ser ele digno de receber a ordem do diaconato. Em seguida o arcebispo proferiu algumas palavras em de acolhida fraterna e deu início à homilia, onde salientou o quanto é bom estar reunidos ao redor do altar para louvar a Deus pelo dom  da vocação e, no caso da família de Frei Marcos, a benção veio em dobro pois alguns meses atrás, Vitor Hugo também foi ordenado diácono transitório.

“Sem dúvida nenhuma o coração da dona Rosa deve estar muito feliz, assim como de todos os outros familiares por ter mais um filho ordenado como diácono, aquele que colabora na construção do reino de Deus, no serviço da Palavra, no Altar e na caridade e hoje Frei Marcos está sendo consagrado para ser um mensageiro do Evangelho, para ser um apóstolo da caridade, para ser instrumento de fraternidade e Ministro da Igreja, que será exercido com alegria. Que Maria, divina pastora, modelo de servidora do Evangelho, possa te acompanhar e interceda por ti nessa experiência que irás iniciar que te levará ao sacerdócio. Que o Espírito Santo possa habitar no teu coração e dar a alegria que possui cada pessoa que segue Jesus de perto”, disse Dom José.

Ao fim da homilia, deu-se início ao rito de ordenação diaconal, que começou com Dom José interrogando o Frei, seguido pela prostração do candidato enquanto entoava-se a ladainha de todos os santos; oração consagratória de ordenação, realizada com a imposição de mãos do bispo; entrega das vestes diaconais, realizada pelos membros da família; entrega do livro do Evangelho; e a acolhida no presbitério, com o ósculo (abraço) da paz, gesto com o qual Dom José, os demais padres e familiares presentes acolheram o novo diácono.

Ao final da celebração, o novo diácono fez um breve discurso de agradecimento, ressaltando todo apoio que recebeu da família e dos grupos que participou durante sua caminhada cristã, que aos poucos foram ajudando a formar vocação religiosa. “A nossa vocação não é solitária, é comunitária e a minha vem de uma família que sempre rezou por mim e isso é fundamental na caminhada. Também participei em alguns grupos de jovens e sempre tive um carisma muito peculiar que foi de visitar os doentes, isso tudo foi muito importante para os futuros desafios que viriam pela frente desde o momento que aceitei o convite e eu aceitei participar e conhecer os frades capuchinhos que louvo e agradeço a Deus por todos, à Maria Santíssima e aos demais irmãos da comunidade sem os quais eu não estaria aqui”, comentou Frei Marcos.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *