Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré visita a Manaus

No último final de semana foi dia de Festa para os devotos de Nossa senhora de Nazaré e claro né maninho, os paraenses que moram em Manaus tiraram um tempinho pra ver de perto a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, símbolo oficial do Círio de Belém, que esteve em Manaus para 3ª edição do Festival Paraense realizado na Arena da Amazônia.

Vinda diretamente de Belém, a santa chegou na última sexta-feira no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, onde foi recebida por Dom Mário Pasqualotto, Bispo Emérito de Manaus. Em seguida foi em carreata até a Igreja Nossa Senhora de Nazaré, na avenida Mário Ypiranga, em Adrianópolis, para um momento de oração.

No sábado foi realizada uma missa, celebrada pelo padre Mário Missiato, na igreja de Nossa Senhora de Nazaré, em seguida o terço mariano com os jovens, a imagem também passou pelo Fundação de Cecom, onde pacientes e funcionários puderam fazer suas orações . Á tarde, a imagem seguiu para Arena da Amazônia, onde participou do Festival Paraense.

Já no domingo a imagem participou da santa missa, celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, na Catedral Nossa Senhora da Conceição, às 11 horas a santa retornou para paróquia de Nazaré onde participou da missa. No fim da tarde, ela seguiu para a Arena da Amazônia para o segundo dia do festival, e às 19h, e embarcou de volta ao Pará.

Segundo o Coordenador geral do Círio de Nazaré em Manaus Franciomar Costa, muitos devotos de Nossa senhora de Nazaré receberam graças com a passagem da imagem peregrina.

A última vinda da imagem peregrina a Manaus foi em setembro de 2014, em comemoração aos 100 anos de fundação da pedra fundamental da construção da paróquia.

Você acompanha as fotos no facebook e instagram da Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré.

Ouça a matéria na íntegra:

 

Rádio Rio Mar – Rafaella Moura

 

Fotos: Pastoral da Comunicação da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré – Manaus 



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *