Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom Sergio preside celebração de Domingo de Ramos com presença da imagem peregrina de N.S. de Nazaré

Centenas de fiéis participaram na manhã deste domingo (14/4), da tradicional missa do Domingo de Ramos, realizada às 7h30 na Catedral Nossa Senhora da Conceição (Igreja da Matriz). A solenidade, que marca o fim da Quaresma e o início à Semana Santa, foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani e concelebrada pelo pároco, Pe. Hudson Ribeiro, tendo esse ano um diferencial que foi a presença da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, que chegou em Manaus na noite desta última sexta-feira (12/4) do Pará e deixou os devotos muito emocionados, tornando a celebração ainda mais especial.

Porém, antes mesmo de começar a celebração, todos foram convidados a sair de seus lugares e se dirigirem ao lado de fora da igreja, mais especificamente no portão central, em frente da pracinha, onde foi realizada a benção dos ramos. Antes da benção de Dom Sergio, foi realizada a solene liturgia com o diácono Ruzeval Cardoso proclamando leitura do evangelho, onde relembraram o momento em que Jesus Cristo foi aclamado como Rei dos Judeus ao chegar a Jerusalém montado num jumentinho e sendo recebido por um corredor de folhas de oliveira. Após esse momento, os fiéis seguiram cantando em procissão de volta para dentro da igreja, onde deu-se continuidade a santa missa, marcada por vários momentos de emoção e devoção.

Sem dúvida foi uma celebração muito importante para começar a Semana Santa de forma abençoada, dava para sentir a emoção nos olhos de cada participante, com os ramos nas mãos unidos em uma só fé, em uma só oração, prontos para iniciar a semana em que revivemos a Paixão e morte de Jesus. Dom Sergio em sua homilia, salientou esse grande amor que Deus tem por nós, ao ponto de enviar seu filho único para morrer por nossos pecados e nos servir de exemplo verdadeiro de amor fraterno, que se compadece do sofrimento do próximo mostrando que, quanto mais humanos nós somos mais próximos de Deus ficamos.

“Somos muito gratos por uma Semana Santa e também por mais uma Campanha da Fraternidade (CF) e Jesus foi àquele que sofreu nossas dores, passou pela dificuldade de cada um de nós e isso é ser fraterno. Esse ano a CF abordou o tema das Políticas Públicas, onde lutamos pela saúde, moradia, educação, saneamento básico e outros assuntos, pois o sofrimento de um é o sofrimento de todos. Hoje encerramos a Quaresma e entramos na semana do amor, do amor que vai até o fim e nós somos o sinal desse amor de Deus, então, que possamos viver essa Semana Santa com devoção, contemplação e fé, para que possamos, a exemplo de Jesus, sempre sermos fraternos com o próximo”, disse o Arcebispo.

A celebração seguiu seu rito normal e, após a comunhão, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré adentrou na igreja sendo conduzida pelo pároco que a entregou para a benção de Dom Sergio. Ao fim da celebração, formou-se uma fila para receber as bênçãos do Arcebispo e também para fazer uma breve oração junto à imagem que ficou exposta para os devotos ali presentes. “É muita emoção! Não tenho nem palavras para explicar esse momento, uma grande benção participar dessa celebração tão importante para nós católicos e ao mesmo tempo poder contemplar a imagem de N.S. de Nazaré tão perto de nós. Só Jesus, só Maria”, comentou Izabel Cristina, da Paróquia Divino Espírito Santo, bairro Coroado 3.

Peregrinação e presentes

“Entendemos que umas melhores formas de evangelização é a visitação nas comunidades católicas mais distantes de Belém (PA), por isso fazemos essa peregrinação de Nossa Senhora de Nazaré em todo o Brasil e até no exterior, inclusive agradecemos à parceria com a Arquidiocese de Manaus que nos proporcionou esse momento ímpar, pois a imagem já tinha vindo outras vezes à Manaus, mas é a primeira vez que a visita coincide com o período da Semana Santa, onde já participou de algumas celebrações e homenagens”, disse Humberto Catunda, da Diretoria do Círio de Nazaré.

Após a celebração e benção dos fiéis, Dom Sergio recebeu da Diretoria do Círio de Nazaré e dá Secretaria de Turismo de Belém, na pessoa de Carlos Figueira, alguns presentes como: um pedaço da corda do Círio de Nazaré e dois livros escritos sobre a história e memória da maior festa católica no mundo, que reúne mais de 2 milhões de pessoas em procissão. “Essas obram contam a história do Círio e a Festa de Nazaré, sua importância para a economia e para o turismo da cidade, assim como narra a manifestação de fé do povo não só paraense, como todos os visitantes”, comentou Carlos.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *