Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Monsenhor realiza missa em desagravo pela profanação realizada em tentativa de roubo

No dia 6 de abril, às 19h, Monsenhor Sabino Andrade celebrou uma missa em desagravo na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, localizada à Rua da Floresta, n.225, Flores, pertencente à Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, em virtude da profanação ocorrida na capela, no dia 3 de abril, cometida por assaltantes que não encontraram nenhum objeto de valor.

Segundo Ana Velloso, membro da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, os assaltantes jogaram as hóstias consagradas no chão e pisaram, jogaram também os livros sagrados e viraram a imagem de Nossa Senhora de Fátima. Tal profanação foi constatada pelo Monsenhor Sabino e pelo administrador paroquial, o Pe. Isaías, e vigário, Pe. Francisco, que recolheram tudo e verificaram a necessidade de uma missa em desagravo.

A celebração iniciou do lado de fora da igreja, com aspersão de água benta pelo Monsenhor Sabino. Todos os presentes, em uma procissão, foram aspergidos, enquanto entoavam cantos suplicando a misericórdia de Deus. Em seguida, somente o monsenhor adentrou no templo, aspergindo as paredes e tudo o que estava dentro da igreja e após isso, o povo foi autorizado a entrar. Após a comunhão, o altar e o sacrário foram incensados, só depois disso as hóstias puderam ser novamente depositadas no local.

Na homilia, Monsenhor destacou a misericórdia, explicando que provavelmente quem fez a profanação nem sabia a gravidade do que estava fazendo. Destacou também que muitas vezes nós cometemos sacrilégio comungando indevidamente e especialmente por não reconhecer Cristo no nosso irmão.

Com informações de Ana Velloso
Fotos: Arquivo da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe

No altar o objeto em ferro usado para arrombar a porta e perfurar todo o teto da igreja

Ferro usado para arrombar a porta e perfurar todo o teto da igreja

Objetos e hóstias profanadas

Monsenhor Sabino recolhendo as hóstias consagradas retiradas do sacrário e espalhadas pelo chão.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *