Arquidiocese de Manaus

Setor Juventude reúne jovens de várias expressões para refletir sobre os sínodos da Juventude e da Amazônia

No dia 31 de março, jovens de várias expressões da Arquidiocese de Manaus reuniram-se no Centro de Convivência do Idoso, no bairro Aparecida, para refletir sobre o Sínodo da Juventude, realizado em 2018, e as expectativas para o Sínodo da Amazônia a ser realizado em outubro de 2019. Foram dois momentos formativos e no fim da tarde houve o encerramento com uma missa presidida por Dom Tadeu Canavarros, bispo referencial para a juventude.

O objetivo do encontro foi envolver a juventude de Manaus no processo sinodal, através da participação de diversas expressões juvenis que estiveram representadas no encontro. No período da manhã aconteceu uma formação sobre o Sínodo da Juventude, com dois pontos centrais: fé e discernimento vocacional. A temática chamou a atenção dos jovens para a necessidade de trabalhar a fé. “Hoje há uma necessidade de trazer o jovem para a fé, para crer em Deus e em si mesmo enxergando que ele pode ter um bom futuro e pode mudar o mundo. E a partir dessa busca de Deus fazer um discernimento vocacional num processo de clareza e ouvir aquilo que o senhor quer para a vida dele, mesmo diante das circunstâncias atuais de muita dificuldade, muitas dúvidas, diante de várias verdades que deixam o jovem  em um dilema do que escolher. É preciso ter fé, optar pela verdade de Cristo para ouvir a voz, o chamado de Deus e fazer um bom discernimento vocacional no sentido de compreender o que é chamado a fazer em sua vida, visando primeiramente realizar a vontade de Deus”, afirmou Adalberto Victor, coordenador do grupo de Jovens Ajarai, pertencente à Comunidade Católica Hallel.

No período da tarde, jovens assessores da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) fizeram uma interação sobre o sínodo da Amazônia que vai acontecer em outubro de 2019, mas que a preparação já aconteceu por meio de processos de escuta junto aos que habitam a Amazônia. Foi destacada o objetivo da convocação para este sínodo e a necessidade da juventude estar por dentro dos passos que a Igreja Católica quer dar na Região, na evangelização para o povo daqui, com a cultura local.

O encontro encerrou com uma celebração eucarística presidida por Dom Tadeu, que durante a homilia refletiu passagens bíblicas, parábolas lidas nas missas dos domingos do tempo quaresmal, destacando que a vida toda é preciso lutar contra a tentação dos prazeres, do poder; que é preciso levar a luz de Deus para tudo; e pensar nos frutos que produzimos, pois nossas vidas não podem ser estéreis; e por fim a necessidade de termos limites, de não esbanjar o que temos como fez o filho pródigo. “O quarto domingo da quaresma nos chama para a reconciliação com o pai, saber perdoar e fazer festa com quem volta pra Deus. É tempo de dar bons frutos, reconciliar-se”, destacou o bispo referencial para o Setor Juventude da Arquidiocese de Manaus

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *