Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pastoral Carcerária inicia curso profissionalizante para mulheres que cumprem pena no COMPAJ

Há 41 anos a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Manaus realiza visitas aos internos dos presídios localizados na Capital do Amazonas buscando auxiliá-los espiritualmente e socialmente, mas recentemente sua equipe se reuniu para pensar em alguma ação concreta que possa ajudar as mulheres que estão presas no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) como um curso profissionalizante que as ajude a sobreviverem após sair do regime fechado.

Nasceu, então, o Projeto Costurando a Liberdade, que irá ensinar as detentas a produzirem roupas íntimas como calcinha, sutiã, baby dool e camisolas, conforme afirma a coordenadora arquidiocesana da Pastoral Carcerária, Nazaré Alcantara.

O curso acontecerá toda terça-feira, das 8h às 15h, e será ministrado por membros da Pastoral Carcerária que já trabalham com produção de roupas íntimas e se dispuseram a dar aulas para as detentas. Serão 10 alunas por turma, tendo em vista o tamanho da sala onde acontecerão as aulas. Toda a produção será vendida pelos agentes da pastoral para garantir os recursos necessários para a manutenção das máquinas e compra do material a ser usado nas aulas.

E a Pastoral também se compromete em acompanhar as internas que cumprirem suas penas ou estiverem no regime semiaberto e precisarem de ajuda para iniciar sua produção em casa e começar a vender suas peças, garantindo a sua sobrevivência e a de sua família.

 

Foto:  Arquivo da Pastoral Carcerária



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *