Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pe. Jailson Félix toma posse como novo pároco da Área Missionária Santa Clara

Na noite desta quinta-feira 3/1, o padre Jailson Félix de Souza, da congregação religiosa brasileira intitulada Sociedade Joseleitos de Cristo, ou seja, eleitos de São José, tomou posse como novo pároco da Área Missionária Santa Clara (AMSC), sediada na Travessa Itubera, nº 29, Conjunto Américo Medeiros, bairro Cidade Nova, Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida – Setor Padre Pedro Vignola. A cerimônia de posse aconteceu às 19h30, na Igreja Santa Clara, sendo presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani, concelebrada pelo pároco da Área Missionária São Paulo Apóstolo (AMSPA), Pe. Isaías Lima; pelo padre Raimundo Ribeiro Martins, Assistente Geral da congregação dos Joseleitos que veio de Belém; e pelos padres da Área Missionária Santa Mônica, padre Cláudio Trabachinn e Roberto Bovolenta, auxiliados pelos diáconos Francisco Pina e José Frota.

Antes mesmo da celebração começar, a igreja já estava completamente lotada, com fiéis vindos das quatro comunidades que compõem a AMSC para conhecer seu novo pároco e também contou com a presença de vários comunitários da AMSPA, que vieram se despedir do seu antigo vigário paroquial, que durante cerca de um ano atuou ao lado do Pe. Isaías. E, durante toda a celebração o que se viu foi isso, uma grande atenção com o novo pároco, seja na acolhida dos comunitários da sua nova área missionária, seja no carinho dos amigos da antiga que vieram se despedir e desejar sucesso na sua nova missão, algo que foi visto desde o momento da sua chegada e principalmente após a benção final, onde se formou a tradicional fila para a sessão de fotos e abraços no novo pároco que, mesmo um pouco debilitado de saúde, atendeu a todos com um sorriso no rosto.

Durante a homilia, Dom Sergio falou baseado nas leituras do dia e comentou sobre a importância de se viver em uma área missionária. “Vivemos o momento da Epifania, que é a manifestação de Deus, e assim como Jesus, somos filhos e filhas de Deus e o pecado é a negação disso. Mas como Deus é bom e misericordioso, nós pecamos e Ele nos perdoa. Hoje nos encontramos aqui para dar posse ao novo pároco dessa área missionária, que deve ser um lugar onde os filhos de Deus se encontram, é um lugar que celebramos a união do Pai, Filho e Espírito Santo, não é um lugar apenas de reencontro de amigos, não é um clube, é uma comunidade de comunidades, é um lugar de caridade onde buscamos Palavra e Eucaristia, um lugar onde todos vivem em comunhão e em paz, pois nós não somos do mundo, somos do Pai”, disse.

Antes de finalizar, Dom Sergio ainda falou da felicidade em ter os Joseleitos à frente da AMSC. “Como é muito bom ter uma congregação religiosa trabalhando conosco, desejo ao Pe. Jailson muito sucesso e que crie uma experiência de amor e de amizade com essa comunidade que é muito acolhedora e sabe celebrar bem, isso que é ser igreja e sinal de salvação”, comentou Dom Sergio. Ao fim da homilia, a celebração continuou com a renovação das promessas sacerdotais, com o novo pároco sendo interrogado pelo arcebispo diante do público, após esse momento, foi realizada a leitura da Ata de Posse e, em seguida, Dom Sergio realizou a entrega dos três instrumentos que o pároco recebe para desempenhar bem a sua missão: Estola e casula; a chave do sacrário; e o Evangelho, declarando assim empossado e apto para desempenhar suas funções de pároco.

Depois de empossado, o novo pároco recebeu das mãos do Arcebispo, os Instrumentos que vão auxiliá-lo no decorrer da sua missão como sacerdote. “A estola é o símbolo do poder sacerdotal, que ele usa para ministrar os sacramentos da eucaristia, confissão e unção dos enfermos que ele é o responsável. A maior riqueza da igreja é a eucaristia que nós guardamos no sacrário para levarmos aos doentes e enfermos, e a qual o padre é o responsável pela chave do sacrário, para que não falte nunca o pão consagrado na celebração eucarística. O padre é o homem de palavra e da Palavra, que vive e anuncia a Palavra de Deus, um instrumento que ele já recebeu pelo menos duas vezes antes, e hoje recebe novamente ao assumir como pároco”, explicou Dom Sergio.

Discurso de agradecimento

Antes da benção final, padre Raimundo disse algumas palavras de incentivo e agradecimento ao padre Jailson e aos comunitários da AMSC. “Como Joseleitos, queremos pedir a São José, nosso patrono, que ajude a esse irmão, viver aqui seu sacerdócio em Espírito de simplicidade e humildade, pois assim temos certeza que temos tudo para dar certo. Queridas irmãs e irmãos, nós Joseleitos agora formamos com vocês uma comunidade e que Santa Clara interceda por todos nós, deixo aqui nossa gratidão a Dom Sergio, por nós confiar mais essa missão na arquidiocese”, disse o Assessor Geral dos Joseleitos.

Logo na sequência Pe. Jailson fez seu discurso de agradecimento de maneira sincera e emocionada. “É de coração aberto que acolhi o chamado para essa nova missão, confesso que quando recebi a noticia eu chorei, rezei e disse sim. Agradeço ao nosso arcebispo pela confiança depositada em nós Joseleitos e de modo especial eu agradeço a AMSPA, onde eu aprendi um jeito novo de ser igreja, saibam que levo todos vocês em meu coração, foi um ano de muito aprendizado. Assumo essa missão e peço que Deus nos abençoe e a que todos vocês possam caminhar comigo dando continuidade ao trabalho realizado pelo padre José Cheregato”, comentou Pe. Jailson.

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *