Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Formação, oração e adoração marcam a primeira edição do Congresso Novas Comunidades Católicas

Nos dias 1º e 2 de dezembro, foi realizado no Centro de Convenções Vasco Vasques, localizado na Av. Constantino Nery, ao lado da Arena da Amazônia, o Congresso Novas Comunidades, reunindo cerca de 18 Comunidades Católicas (entre as já iniciadas e os grupos que ainda estão em processo de discernimento), dessas duas eram do município de Parintins. Ao todo, foram quase 500 pessoas que, no decorrer de dois dias puderam participar juntos de vários momentos de oração, animação, formação, pregação, workshops com diversas oficinas, além da santa missa que, no primeiro dia foi presidida pelo bispo auxiliar de Manaus, Dom Tadeu Canavarros.

O evento também contou com a presença de Aluízio Nóbrega, Coordenador Nacional das Novas Comunidades e Cleston Hudson, Coordenador das Novas Comunidades da Região Norte. De acordo com Leonardo Lucas Medeiros, da equipe de coordenação do evento, o objetivo do Congresso é se unir como comunidade, ou seja, reunir todas as comunidades, tanto as mais antigas como as quais estão iniciando, com o intuito de se ajudarem, caminhando unidas como irmãs e deixar de lado aquela ideia que são concorrentes ou adversárias.

“O tema do Congresso é: Unidade na Santidade e Lema: Ser Sal da Terra e Luz do Mundo, e esse encontro é o ponta pé inicial para se unir, ajudar e dar suporte às novas comunidades que estão começando, ajudando a discernir os carismas. Por isso que a temática das formações é voltado para o público novato e para os antigos também, que estão se conhecendo e se confraternizando num clima de muita amizade, onde podem desfrutar de vários momentos que estão inclusos na nossa programação, como por exemplo nas nossas oficinas oferecidas nos wokshops com temas envolvendo desde espiritualidade até as regras e estatutos das novas comunidades”, explicou Leonardo.

Para o coordenador nacional Aluízio, vindo da Comunidade Face de Cristo em Fortaleza (CE) e com mais de 30 anos de experiência em comunidades, o evento é um marco que vai promover a unidade que as comunidades estão precisando. “Nesses dois dias eu pude presenciar que houve uma abertura muito grande para que a ação do Espírito Santo pudesse agir, e como as pessoas ficaram felizes de conviver com os outros carismas e, ao respeitar e valorizar o carisma do outro, nós estamos valorizando a ação de Deus. Nesses meus 36 anos de caminhada, já visitei vários estados e vemos a graça de Deus acontecendo e aqui também não foi diferente”, comentou o formador.

Palavras do bispo

O primeiro dia do encontro que reuniu pela primeira vez praticamente todas as comunidades católicas em um só lugar, finalizou com chave de ouro com a celebração presidida pelo bispo auxiliar, Dom Tadeu Canavarros. Em sua homilia, o bispo falou da importância das novas comunidades, que muitas vezes nascem em lugares onde a igreja não chega e que ensinam a amar

“Você que participa e que está hoje em alguma comunidade, o seu amor aumentou, você melhorou a sua forma de amar, mas é preciso transbordar e é ai que a santidade começa a brotar. E é ai que entra o papel dos fundadores, pois se não fosse pela capacidade de amar desses homens e mulheres, muita obra já teria se perdido. E quem é o seu exemplo de amor se não aquele que é o caminho a verdade e a vida”, disse Dom Tadeu.

   



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *