Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Jovens realizam Dia Nacional da Juventude sob o tema Juventude Construindo uma Cultura de Paz

Com o tema “Juventude Construindo uma Cultura de Paz”e o lema “Disse estas coisas para que em mim vocês tenham paz, neste mundo vocês terão aflições, contudo tenham coragem, Eu venci o mundo” (Jo 16,33), a Pastoral da Juventude (PJ) realizou no dia 14 de outubro, o Dia Nacional da Juventude (DNJ), na Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Distrito do Cacau Pirara – município de Iranduba. Uma caravana com 18 ônibus levou ao evento cerca de 600 jovens.

A Programação iniciou às 15h, com a concentração, depois da Ponte sobre o Rio Negro, em frente ao Centro de Abastecimento da Agricultura Familiar de Iranduba. Às 15h30 iniciou uma caminhada, às 17h um show com o Grupo de Dança dos Jovens de Cacau, Grupo de Música Caboclas e Hip Hop Prist Dance. Por fim, houve a missa da Padroeira da Área Missionária Nossa Senhora de Aparecida, presidida pelo pároco padre José Cândido.

Conforme Mariany Moura, uma das secretárias da Pastoral da Juventude, que participou da organização do evento, o tema foi escolhido em consonância com a Campanha da Fraternidade 2018, que refletiu dobre a “Fraternidade e superação da violência”. Ela afirmou ainda que precisou de um ano de preparação para conseguir realizar o evento fora de Manaus, e isso foi possível com a ajuda da Irmã Suerda, do padre Cândido e dos jovens do Cacau Pirera.

“A proposta do DNJ é celebrar a vida da juventude. Todo ano, no mês de outubro, realizamos esse momento para nos encontrar com todos os rostos juvenis de nossa Arquidiocese e celebrar sempre com muita festa e animação o dia da juventude. Além da festa também refletimos pautas importantes que perpassa a vida do jovem. Através do tema principal podemos também refletir as temáticas ‘Direitos Humanos’, ‘Políticas Públicas para a Juventude’, ‘A Consciência Política que leva à Paz’, ‘A enfrentamento aos ciclos de Violência contra a Mulher’, e ‘A luta contra o Extermínio da Juventude’  ”, explicou Mariany Moura.

A participante do evento, Rozana Oliveira, que é coordenadora de Catequese da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, esteve pela primeira vez no DNJ e levou desta experiência um alerta pra buscar verdadeiramente fazer a diferença no dia a dia. “Foi a primeira vez que participei do DNJ, fui a convite de um amigo. Chegamos ao ponto de partida da caminhada, por lá estavam espalhados vários jovens, conversando, brincando, se enfeitando, fazendo cartazes para abrilhantar ainda mais esse lindo momento, pois onde tem juventude a alegria se espalha, não existe tempo ruim ou barreiras que os impeçam de levar essa alegria onde vão. Fizeram ao longo do trajeto apresentações, dos diversos temas que nos impedem de vivermos em paz. É impossível não levarmos desse dia um alerta para nossa vida cotidiana, pra buscarmos verdadeiramente fazer a diferença. Ao final, houve a santa missa, onde a juventude pode ser homenageada. Foi uma forma de agradecer a Deus pela experiência maravilhosa do domingo, por nos sentirmos abastecidos de fé e amor, e sem dúvida o desejo fortalecido de anunciar Jesus Cristo aos quatro cantos do mundo, através do nosso sim a missão!”, afirmou Rozana.

 

 

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *