Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pastoral da Saúde Arquidiocesana realiza a 2ºedição do Projeto de Atenção à Saúde na Área Missionária do Tarumã

Com o objetivo de levar saúde a cerca de 800 pessoas carentes na Área Missionária do Tarumã, pertencente ao Setor Padre Ruggero Ruvoletto da Arquidiocese de Manaus, a Pastoral da Saúde Arquidiocesesana, promoveu na manhã de hoje (15/9), a 2º edição do “Projeto Atenção à Saúde”, realizada no Centro de Ensino de Tempo Integral (CETI) – Garcitylzo do Lago e Silva, situado na rua Hernandez, bairro – Parque São Pedro, contando com a participação de cerca de 300 voluntários, entre os agentes de pastorais e profissionais de saúde, como médicos de várias especialidades, assistentes sociais, enfermeiros, psicólogos e demais agentes que fizeram o atendimento geral dos comunitários, incluindo alguns indígenas que moram nas proximidades.

E foi assim, num clima de muita alegria que CETI viveu uma manhã diferente, onde a educação deu espaço ao atendimento à saúde, mas tudo feito de maneira orgânica, fluindo com naturalidade e de muito bom gosto, desde a recepção até o atendimento, as vezes passando pela medicação e até vacinação se fosse o caso. Todos os voluntários envolvidos, seja profissional da saúde ou agente da pastoral, estampavam aquele sorriso no rosto que faz todo o diferencial e torna o atendimento ainda mais humano. O clima era de total harmonia, um verdadeiro exército de pessoas, uma grande equipe unida trabalhando em prol de um objetivo em comum e, a parceria com alguns laboratórios particulares e funcionários da SEMSA – Secretária Municipal de Saúde, só fez aumentar ainda mais a qualidade do atendimento.

Mas, para tudo sair nos conformes, foram semanas de planejamento e articulação, para fazer essa ação que já faz parte da programação anual da pastoral, conforme explica Nízia Sato, coordenadora da pastoral da saúde. “Essa é uma atividade que já estava prevista em nosso calendário e, estamos trabalhando há três meses direto para mobilizar voluntários e acertar todos os detalhes com as instituições. Ficamos felizes por hoje contar com a presença de mais de 150 profissionais, como: pediatras, ginecologistas, oncologistas, clínico geral, ortopedistas, neurologistas, odontologia (com palestras educativas, escovação dos dentes), além de profissionais de educação física e fisioterapeutas que atenderam ao chamado da Arquidiocese”, disse Nízia.

Para os profissionais da saúde poderem trabalhar, cada sala aula do CETI, virou um consultório médico improvisado, ocupando o primeiro e o segundo piso da instituição que possui no total, 24 salas. Sem esquecer também a participação da equipe da SEMSA, abordando de forma didática questões importantes como a prevenção da dengue, zika e chikungunya assim também com as DST´s. A parte da espiritualidade também não foi esquecida e as irmãs e religiosos que fazem parte da área missionária, ficaram a manhã toda em oração, intercedendo por toda a equipe atuante. “Fui muito bem atendida aqui, uma ação que beneficiou muita gente. Nota 10 para a iniciativa” disse Maria Rueline, que trouxe seu filho de quatro anos para se consultar com o pediatra.

Para Pe. Rubson Vilhena, coordenador do setor, foi uma manhã muito edificante e cheia de gestos concretos da obra de Deus. “A Área Missionária Tarumã é composta por comunidades ribeirinhas e indígenas, que estiveram aqui presentes e foram beneficiadas com todo o atendimento, isso é um exemplo de amor à vida e ao próximo, pois nós sabemos que o ponto crítico do nosso povo é a saúde. Parabéns a pastoral da saúde, aos profissionais da saúde e aos funcionários da escola que cederam o espaço. Que essa pastoral seja sempre envolvida de luz e criatividade para continuar o trabalho”, comentou o padre.

De acordo com Oceânia Rodrigues Dutra, gestora do CETI, a ação veio de encontro aos anseios da população que necessita e é muito carente da assistência médica. “Como gestora eu estou muito feliz em ter encontrado hoje aqui na escola, pais e alunos se consultando, pois é uma comunidade muito carente, em que muitos pais as vezes não tem nem o dinheiro o transporte e hoje a arquidiocese de Manaus trouxe os profissionais da saúde até eles para suprir essa necessidade. A comunidade se sente agraciada e o CETI está de portas abertas para outras futuras atividades assim, com tantos agentes trabalhando juntos se torna uma ação sem dúvida muito importante”, disse a gestora.

Vale ressaltar também que, além da qualidade do atendimento, a alimentação não ficou a desejar, todos os presentes tiveram a oportunidades de lanchar, tomar café, comer pipoca, tudo preparado com amor e carinho. “Tivemos o apoio da Cáritas que nos doou alguns alimentos, assim também como alguns agentes e profissionais fizeram a doação que serviu para alimentar muitas crianças que estiveram aqui presentes com seus pais”, comentou Rosângela Silva, vice-coordenadora da pastoral da saúde. O evento, que começou as 7h30 com a abertura dos portões da escola, encerrou as 12h, com um momento conduzido pelo Pe. Rubson e Pe. Paulo Prashanth, reunindo os voluntários que ainda estavam presentes numa bela oração de agradecimento.

A opinião dos profissionais

Não foi apenas os agentes, os religiosos e os pacientes que saíram satisfeitos com o resultado da ação social organizada pela pastoral da saúde, os profissionais também não escondiam a alegria de viver aquele momento diferente, de poder exercer o seu oficio, fora de um ambiente hospitalar. Eram sorrisos, fotos e selfies para todos os lados, para deixar registrado o momento impar que para muitos nunca tinham participado de algo parecido.

Como por exemplo, o Dr. Marcelo Henrique, cirurgião oncológico do Hospital Militar e da Fundação Cecom, que participou pela primeira vez e ficou surpreso com a quantidade de profissionais reunidos. “A alegria no atendimento e o engajamento de todos os profissionais envolvidos, foi um ponto que me chamou atenção e, acredito que a gente fez um bom trabalho aqui hoje com comprometimento e dedicação”, disse Dr. Marcelo.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *