Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pe. Gilson toma posse como novo pároco da paróquia Menino Jesus de Praga

Alegria e emoção marcaram a celebração da posse do padre Gilson da Silva Pinto, como novo pároco da paróquia Menino Jesus de Praga, localizada na rua Eduardo Ribeiro, nº 3 – Chapada. A solenidade foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani, na noite deste domingo (9/9), concelebrada pelo administrador paroquial, padre Clayton Cabral e demais padres convidados, entre eles o ex-pároco, padre Cândido Cocaveli; Pe. Arcelin Pichiraj (MMI), vigário paroquial da paróquia Santo Afonso; e Pe. Genaro Tesauro.

A celebração começou pontualmente às 18h, com a igreja praticamente lotada e a maioria das pessoas provenientes da paróquia de Santo Afonso, a qual Pe. Gilson atuava como pároco. Após a proclamação do evangelho, realizada por Pe. Clayton, Dom Sergio fez a homilia, destacando às leituras da Palavra e finalizou falando sobre a importância do padre dentro de uma comunidade. “O padre é aquela pessoa que nos anima e nos lembra da verdade, que não deixa desanimar e nem perder a esperança e hoje estamos aqui para dar posse ao novo pároco, que tem a função de cuidar do povo de Deus, e aqui percebemos que o povo gosta do padre e o padre gosta do povo”, disse Dom Sergio.

Ao fim da homilia, a celebração continuou com a renovação das promessas sacerdotais, com o novo pároco sendo interrogado pelo arcebispo diante do público, após esse momento, foi realizada a leitura do decreto de nomeação e, em seguida, Dom Sergio realizou a entrega dos três instrumentos que o pároco recebe para desempenhar bem a sua missão: Estola; a chave do sacrário; e o Evangelho, declarando assim empossado e apto para desempenhar suas funções de pároco.

“A estola é o símbolo do poder sacerdotal, que ele usa para ministrar os sacramentos da eucaristia, confissão e unção dos enfermos que ele é o responsável. A maior riqueza da igreja é a eucaristia que nós guardamos no sacrário para levarmos aos doentes e enfermos, e o padre é o responsável pela chave do sacrário, para que não falta nunca o pão consagrado na celebração eucarística. O padre é o homem de palavra e da Palavra, que vive e anuncia a Palavra de Deus, um instrumento que ele já recebeu pelo menos duas vezes antes, e hoje recebe novamente ao assumir como pároco”, explicou Dom Sergio.

Antes do encerramento, a comunidade ainda fez uma singela acolhida ao novo padre com a entrega das imagens de N.S. da Medalha Milagrosa, Jesus Divina Misericórdia e Menino Jesus de Praga, e a apresentação do coral infantil Umberto Guidotti, que cantaram duas canções de boas-vindas ao Pe. Gilson. Pe. Clayton também foi lembrado com uma homenagem fazendo um resumo do trabalho realizado à frente da paróquia e, após a benção final, todos foram convidados a participarem do coquetel. “Agradeço a todos meus amigos do setor alvorada que vieram prestigiar a minha posse e a acolhida que a minha nova paróquia fez para mim, espero que possamos caminhar juntos como amigos de Jesus, pois temos muito que aprender uns com os outros”, comentou Pe. Gilson.

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *