Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Devotos celebram Santa Mônica com procissão e missa presidida por Dom José

Aproximadamente 300 pessoas participaram de procissão e missa na noite desta segunda-feira hoje (27/8), em honra à padroeira das famílias, Santa Mônica. Com saída da Igreja São José de Anchieta, os fiéis refletiram sobre a vida da padroeira, rezaram pelas famílias e entoaram cantos de louvor a Deus. Na paróquia, localizada no conjunto Manoa, zona norte de Manaus, a missa foi presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus, Dom José Albuquerque e concelebrada pelo pároco da Área, padre Claudio Trabacchin e pelo vigário paroquial pe. Roberto Bovolenta, auxiliados pelo diácono Rozinaldo Trovão.

Neste ano, a comunidade elegeu o tema: com Santa Mônica somos sal da terra e luz do mundo, e o pároco da Área, pe. Claudio Trabacchin comenta que é um convite para viver como a santa. “Santa Mônica foi no seu tempo e na sua família, luz e sal. Por isso também nós somos chamados a viver da mesma forma, na santidade, dentro da realidade onde estamos com nossas famílias e comunidade”, explica.

Durante a homilia, Dom José falou ao povo de Deus sobre o evangelho e também sobre a vida e vocação de Santa Mônica. “Refletir a festa de hoje é louvar a Deus pela Sua misericórdia, que continua agindo em nós. Santa Mônica transformou a vida na sua casa em igreja doméstica e assumiu sua vocação de mãe. Suas lágrimas foram enxutas e suas preces ouvidas; vide a conversão de seu filho Agostinho, doutor e santo. Ela nos lembra de resolver os problemas da família de um jeito cristão. Além de enfatizar a importância do papel da mulher em casa, igreja e sociedade”, disse.

Os comunitários recordaram também o mês vocacional e o marco de 01 ano da dedicação do altar dessa comunidade, que há 25 anos evangeliza no conjunto Manoa, no setor padre Pedro Vignola e conta com dez comunidades em sua Área Missionária e presença e atuação das irmãs Scalabrinianas e Francisclareanas. “Que Deus possa agir em nossa vida da mesma forma que agiu na vida de Santa Mônica. Assim como Deus ressuscitou o jovem Agostinho, que Ele possa ressuscitar jovens, maridos, esposas, comunidade”, finalizou Dom José que seguiu com a bênção final e o povo foi convidado a participar de uma confraternização no salão pastoral.

Colaboração Texto e fotos: Larissa Mahall


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *