Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Festa da Santíssima Trindade será realizada no fim de maio no Conjunto Jardim Petrópolis

Nos dias 26 e 27 de maio ocorre a Festa em honra a Santíssima Trindade 2018 na Área Missionária Santa Catarina de Sena. O festejo deste ano tem como tema “Reconstruirei as ruínas que ficaram e as reerguerei” e o lema “Não temas, o Senhor nos salvou”.  O evento é um marco religioso na Arquidiocese de Manaus e também um dos mais tradicionais com mais de 34 anos na cidade, e percorre várias gerações com a devoção ao santo iniciada no distrito Barreira do Andirá (localizada na região do Baixo Amazonas, a 20 km do município de Parintins).

A festividade tem inicio no sábado (26), com carreata às 6h pelas ruas do Conjunto Jardim Petrópolis. A partir das 18h, ocorre a noite de louvor, com entronização e levantamento do mastro de crianças, e o mastro de frutas com mais de 9 metros de altura que representa o símbolo da promessa dos devotos. Durante a solenidade como parte da tradição ocorre a chegada da imagem da Santíssima Trindade e Nossa Senhora das Graças trazida pelo grupo de dança formado por crianças, os Kids Trinos.

Ao longo da programação será feita a expressão de louvor voltada para São Francisco de Assis(patrono da Comunidade Católica Santíssima Trindade), com a realização dos continentes divididos pelas famílias devotas e participantes da Comunidade Católica Santíssima Trindade.

Durante a noite ocorre o show de música católica, teatro musical, apresentação do ministério de dança Juventude Trina e adoração ao Santíssimo sacramento.

No domingo (27) a partir das 6h será feita a reza da ladainha em latim e caminhada Penitencial com temáticas da campanha da fraternidade de 2018 e o encerramento às 9h com Celebração Eucarística na Igreja de Santa Catarina de Sena e derrubada dos mastros, e a escolha do festeiro para o festejo do próximo ano.

Histórico de Devoção a Santíssima Trindade

Tudo começou quando a Família Alves Belém recebeu de um grupo de missionários católicos uma imagem com um pequeno pássaro sobreposto em uma coroa feita de metal, a qual chamavam de Santíssima Trindade. Desde então a visitar os moradores da localidade Barreira do Andirá, para rezar a ladainha da trindade em latim.

A imagem foi passada de geração em geração, permaneceu por um tempo em Parintins, e por volta de 1984 chegou a Manaus, trazida por Maria do Carmo Tenório (em memória), falecida em 2016 aos 82 anos.

A matriarca da família deixou seus ensinamentos para a filha mais velha Maria Cleide Tenório sobre a tradicional festa, que passou a realizar o levantamento do mastro com frutas, para se cumprir as promessas dos devotos. A tradição centenária da reza da ladainha em latim, continua pelos anciãos da família, assim como o café compartilhado pela comunidade.

A partir de 1985 passou-se a celebrar a Festa em Honra a Santíssima Trindade. Com o passar do tempo, foi introduzida a noite de louvor e a divisão dos familiares devotos em continentes e suas respectivas cores: Africano- Verde, Americano-Vermelho, Asiático-Amarelo, Europeu-Branco e Oceania-Azul.

Com mais de 100 anos de existência de devoção, a Comunidade Católica Santíssima Trindade (reconhecida pela arquidiocese de Manaus como comunidade de aliança), segue com a tradição realizando todos os anos o festejo que completa 34 anos se cumprindo as promessas com a entrega de fitas pelos devotos por realização de milagres e curas.

Texto e fotos: Gabriel Ferreira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *