Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Fake news e jornalismo de paz foi a temática norteadora da 2a. Jornada da Comunicação

“A verdade vos tornará livres” (Jo 8, 32). Fake news e jornalismo de paz”, foi a temática da mensagem do Papa Francisco para o 52. Dia das Comunicações Sociais e ela norteou a 2ª Jornada da Comunicação promovida pela Pastoral da Comunicação Arquidiocesana, realizada de 6 a 13 de maio de 2018, sendo uma movimentação virtual entre os dias 6 e 10, e de 11 a 13 de maio, ocorreu a parte presencial, no Auditório Mãe Paula, no Centro de Formação da Arquidiocese de Manaus (Cefam).

Durante a abertura, ocorrida na noite do dia 11 de maio, o Monsenhor José Sabino, representando o arcebispo de Manaus, fez a leitura de uma mensagem escrita por Dom Sergio para os participantes deste encontro, destacando que se nós quisermos ser construtores da paz temos que estar atentos. “O primeiro cuidado é o de não disseminar a mentira que destrói, checando as fontes e tendo respeito pelas vidas afetadas pela divulgação de fatos constrangedores. É preciso que tenhamos um compromisso com a verdade. É por amor que nós narramos os acontecimentos. Amor ao ouvinte, telespectador e leitor, que eu quero que seja bem informado. Amor e respeito pelos envolvidos no evento, que pode levar ao silêncio, mas nunca à mentira. Numa sociedade onde se exige que tudo seja transparente, não podemos esquecer que as pessoas têm direito à privacidade”, afirmou, falando ainda que os jornalistas têm um papel fundamental na manutenção e na construção da paz, sob a condição de que publiquem a verdade, pois ela nos fará livres e a mentira sempre destrói.

O jornalista Valmir Lima, do Portal Amazonas Atual, afirmou que a popularização da produção de conteúdo facilitou a circulação de fake news e falou sobre a prática do jornalismo e os cuidados para não dar crédito às notícias falsas, destacando a necessidade de sempre desconfiar e checar a veracidade da informação que chega, gerando credibilidade ao veículo.

O segundo palestrante foi o Padre Ivanor Macieki, da Congregação Sociedade de Cristo, é mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma), foi por 7 anos assessor de comunicação e responsável pelo Setor de Comunicação da Diocese de Joinville. Ele falou sobre as Fake News e suas conseqüências, fez um resgate histórico sobre o contexto da criação do Dia Mundial das Comunicações, em dezembro de 1963, durante o concílio Vaticano II. Ele promoveu uma reflexão sobre a responsabilidade de cada um pelo que compartilha, elencando dicas de como encontrar a verdade no meio do caos midiático em que vivemos, a partir do que diz o Papa Francisco na mensagem.

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar