Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Agentes da Pastoral do Dízimo da Região Episcopal N.Sra. Aparecida recebem formação com Pe. Amarildo

Na manhã do dia 29 de abril, 342 agentes da Pastoral do Dízimo dos setores Pe. Pedro Vignola, Rios e Cachoeiras e Pe. Ruggero Ruvoleto, que compõem a Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida, estiveram presentes na Formação ministrada pelo padre redentorista Amarildo Luciano,  ocorrida no Auditório do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, no centro de Manaus. Na ocasião, foi abordado o tema “Carisma, Serviço e Ministério da Igreja”, do Documento 106 da CNBB – O Dízimo na Comunidade de Fé.

Na ocasião, padre Amarildo enfatizou vários pontos, dentre eles destacou que por meio dos carismas, serviço e ministérios o Espírito Santo capacita a todos para o bem comum, para a missão evangelizadora e para a transformação social, em vista do reino de Deus. Os Carismas devem ser acolhidos e valorizados. Daí a importância do papel evangelizador do agente do dízimo que deve ajudar o fiel a se sentir pertencente e comprometido com  a comunidade da qual ele faz parte e atender o pedido que Jesus faz, de além do dízimo que pode ser dado conforme a possibilidade e o coração, mas também doar-se a si mesmo na oração, no serviço, ajudando a sua igreja a crescer e evangelizar cada vez mais.

Dom José Albuquerque, vigário da Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida, esteve presente no evento e agradeceu ao padre Amarildo pelo amor que tem pela sua vocação e missão e pela Igreja de Manaus, pois tanto tem colaborado, cuidando de 2 paróquias, evangelizando diariamente através do programa de rádio na Rio Mar e estando disponível para dar formações.

O bispo auxiliar de Manaus também falou sobre a importância da transparência nas contas das Paróquias e da Arquidiocese como um todo e por isso que pede que também se empenhem na atualização constante o sistema chamado Sisarq, pois ali está registrado todo o recurso que entra e toda as despesas, comprovadas com notas e recibos, o que evita mal entendidos como o que ocorreu na Diocese de Formosa. Também agradeceu ao empenho de todos os agentes do dízimo pois através deles as demais pessoas da paróquia entendem a importância de ajudar na evangelização, de contribuir com o que podem para a manutenção de organismos e departamentos da Arquidiocese e para a missão dos padres, de religiosos e religiosas, e de missionários atuantes em Manaus e municípios que pertencem à Arquidiocese.



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *