Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Solenidade de São José esposo de Maria reúne cerca de 20 mil fiéis em missa campal

Aproximadamente 20mil fiéis participam na noite desta segunda feira (19/03), da missa campal em honra a São José esposo de Maria, realizada na área externa do Santuário Arquidiocesano São José, situado na Av. Visconde de Porto Alegre, 806 – Praça 14. Ao todo foram cinco celebrações que aconteceram nos horários de: 6h15; 9h; 12h; 16h e 19h, todas atraindo uma multidão de devotos. As 17h30 teve início a tradicional procissão, percorrendo as principais ruas do bairro (Av. Sete de Setembro, Castelo Branco, Ramos Ferreira e Duque de Caxias), seguida da missa campal, presidida pelo bispo auxiliar de Manaus, Dom José Albuquerque e concelebrada pelo padre João Benedito, pároco e reitor do santuário e padre Isley Nascimento.

Fé e devoção foi o que não faltou em todas as celebrações que ocorreram ao longo do dia. Gente de todos os cantos da cidade e de todos os setores da arquidiocese de Manaus, se fizeram presente para agradecer, pedir, pagar sua promessa ou simplesmente prestigiar a solenidade de um dos santos mais queridos e importantes na igreja católica. A procissão foi um evento a parte e que já se tornou uma tradição durante os festejos, onde milhares de fiéis se põem a caminhar, rezando, orando, cantando, unidos como um só corpo e um só coração, e nem o calor e o aperto da multidão, é motivo de desanimar ou desistir.

Ao retornarem para a igreja, os peregrinos se juntaram aos demais fiéis que já aguardavam alegremente o momento de iniciar a missa campal, formando um verdadeiro “mar de gente” e um espetáculo lindo de se ver. “A minha fé a cada dia aumenta mais e é sempre bom vir agradecer e pedir, ainda mais rezando em comunhão com os outros irmãos fica ainda melhor e a tendência a cada ano, é aumentar a quantidade de devotos, hoje foi na festa de José esposo de Maria. Em maio vai encher mais, quando for a festa de São José Operário no dia 1, imagina a quantidade que também vai dar” disse dona Julia Salles, moradora da  Ponta Negra.

Segundo Graciete Moreno, moradora do bairro de São Raimundo, há mais de 20 anos participa da festa de São José e, todo dia 19, é presença garantida nas celebrações. “Há muitos anos sou fã e devota de São José, aqui eu já recebi muitas bênçãos, por isso, faça chuva ou faça sol e, qualquer lugar que São José for, eu estarei lá”, comentou. Para o senhor Cledenor Castro, a procissão é inviável por problemas de saúde que o impossibilitam, mas a missa é algo que ele não abre mão. “Aqui é uma festa não só para São José, mas também para Maria, Jesus e toda a Sagrada Família. É de emocionar a gente ver todo esse pessoal de mãos dadas e rezando junto, a hora que rezamos o pai nosso cantado foi de arrepiar e um momento de grande emoção”, disse o devoto vindo do bairro do Novo Reino.

As palavras do bispo

Durante sua homilia, Dom José comentou sobre o importante papel de São José na história da igreja e como é necessário saber a diferença entre veneração e idolatria. “Estamos aqui hoje para honrar, venerar e guardar a memória deste homem que foi chamado a ser o guardião da Sagrada Família, o pai adotivo de Jesus. Nós estamos aqui, não como adoradores de imagens, pois, as imagens para nós católicos, são apenas uma forma de recordar que essas pessoas queridas estão junto de Deus, perto de nós, caminhando conosco nos ajudando a vier a nossa vocação batismal como cristãos. São José não é a figura mais importante da nossa festa e sim àquele que ele carrega no colo e que está diante do altar”, disse o bispo auxiliar.

E acrescentou: “Do hebraico José significa Deus vos dará muitos filhos e de fato, São José se tornou pai, e nós também somos seus filhos. Por isso, da mesma forma que toda a santa igreja honra e venera a Virgem Mãe, assim também, depois Dela, São José é mais digno do nosso agradecimento e da nossa reverência, ele que um homem silencioso, mas cheio de fé e amor virginal, hoje proclamado o protetor de toda a Igreja. Peçamos para que todos os homens a exemplo de São José, possam respeitar as mulheres, enxergando nelas, o rosto do Criador, que as fez como companheiras e colaboradoras de um mundo melhor e sem violência, e que os desempregados, por intercessão do santo carpinteiro, consigam emprego e possam alcançam uma vida digna”, comentou Dom José.

 

 

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

2 Comentários em "Solenidade de São José esposo de Maria reúne cerca de 20 mil fiéis em missa campal"

avatar
Patricia Cabral
Visitante

Acompanho esta festa há mais de 17 anos e sempre me emociono principalmente com a fé do nosso povo. Esse ano participei da missa as 12h por motivo de trabalho não pude participar da procissão e missa da noite. Mas agradecida estou com a matéria que nos proporcionou vivenciar tão linda celebração.

Isiane Chaves
Visitante

Muito bom!