Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pastoral carcerária arquidiocesana realiza formação no Rio Preto da Eva

O Brasil tem atualmente a terceira maior população carcerária do mundo, em contínuo e exorbitante aumento desde o início dos anos 1990, revelando a perversa política de encarceramento em massa que está em curso no país, e que tem como alvo os grupos sociais marginalizados e empobrecidos, principalmente jovens, negros e moradores das periferias e das áreas urbanas socialmente mais precárias.

A pastoral da arquidiocese de Manaus realizou entre os dias 28 de fevereiro e 1 de março a uma formação para novos agentes no município de Rio Preto da Eva. Os seis agentes que foram capacitados visitaram o fórum e delegacia no município. A ação é um dos objetivos da pastoral que visa atender os municípios do Amazonas onde existem presos nas delegacias. Segundo a coordenadora arquidiocesana Nazaré Saraiva, o trabalho é dividido em 3 frentes: social, jurídico e religioso.

Em Manaus, a pastoral existe a 45 anos e dispõe de 52 agentes que se dividem em equipes. As visitas acontecem uma vez na semana nos presídios do Puraquequara, Complexo Penitenciário Anísio Jobim (COMPAJ) e Centro de Detenção Provisória de Manaus.

Para ser agente é necessário algum quesito: participar da formação, os documentos devem ser cadastrados na Secretaria de Segurança Pública e na inteligência, onde serão analisados. Os futuros agentes não devem ter passagem pela polícia ou processos judiciais.

A sala da pastoral carcerária fica no Centro de Formação da Arquidiocese de Manaus, fica localizado na Avenida Joaquim Nabuco, 1023, centro e funciona Terça, Quarta e Sexta-Feira: 9h às 12h.

Foto: divulgação



Por: Rafaella Moura



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *