Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pe. Humberto toma posse como novo pároco da paróquia São Pedro Apóstolo em Manaquiri

O Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani, presidiu na noite do dia 17 de fevereiro, a cerimônia de posse do padre Humberto Vasconcelos de Souza, que atuará como pároco da paróquia São Pedro Apóstolo em Manaquiri. A Santa Missa também contou com a presença de vários padres vindos de Manaus, entre eles o padre Zenildo Lima, reitor do Seminário São José, além dos familiares e amigos provenientes das Áreas Missionárias São Lucas, São Francisco das Chagas e Santa Catarina de Sena, que chegaram em vários ônibus lotando a igreja.

A solenidade também marcou a nomeação de Hilton Brito de Oliveira, como diácono e do padre Martin James Laumann como vigário paroquial. Além disso, também foi apresentado à comunidade, às irmãs Cláudia Alves, Neucimar Silva e Elsa Rosa Zotti, da congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas, que chegaram ao município para trabalhar junto aos religiosos recém empossados. O evento chamou a atenção dos habitantes da cidade, por ver a presença de tantos padres e de tantos visitantes que, foram gentilmente alojados, na casa de alguns amigos comunitários, na casa paroquial e em pousadas.

A celebração começou com a procissão de entrada realizada à luz de velas e sob o flash de várias fotos, todos querendo registrar a posse do novo padre do início ao fim. Apesar de lotada, a igreja sempre cabia mais um, que aos poucos foram tomando todos os espaços, somente de Manaquiri eram cerca de 300 pessoas, alguns chegaram até de lancha, proveniente das comunidades ribeirinhas que são a grande maioria na paróquia. Após a benção inicial e de dar as boas-vindas para a assembleia, o arcebispo fez questão que todos os padres se apresentassem, fora os já citados, também estavam: Pe. Eduardo Santos, pároco da A.M. São Lucas; Pe. Cairo Gama, pároco da paróquia de Santa Luzia da Matinha; Pe. Bento Pavão e Pe. Gilberto Nobre, da paróquia de N. Sra. de Fátima, em Careiro Castanho; e Pe. Afonso Amane, pároco da A.M São Francisco das Chagas.

Após a proclamação do evangelho realizada pelo padre Humberto, Dom Sergio fez a homilia, destacando o período da quaresma, cujo o objetivo é de conhecer melhor a Jesus e finalizou falando sobre a importância do padre dentro de uma comunidade. Ao fim da homilia, a celebração continuou com a renovação das promessas sacerdotais, com o novo pároco sendo interrogado pelo arcebispo diante do público, após esse momento, foi realizada a leitura do decreto de nomeação e, em seguida, Dom Sergio realizou a entrega dos três instrumentos que o pároco recebe para desempenhar bem a sua missão: Estola e casula; a chave do sacrário; e o Evangelho, declarando assim empossado e apto para desempenhar suas funções de pároco.

Na sequência, também foi lido a provisão dando posse ao pe. Martin como vigário paroquial e a Hilton Brito, como novo diácono. “Hoje estamos aqui para dar posse ao Pe. Humberto, diácono Hilton e Pe. Martin, que tem a função de fazer o povo conhecer melhor a Jesus e de levar Jesus às pessoas, falar de Jesus e viver como Jesus viveu. Isso que esperamos dos nossos pastores, mas a primeira missão deles é serem unidos e trabalharem juntos nessa missão sacerdotal”, comentou Dom Sergio. O rito seguiu normalmente e, antes da benção final, a comunidade prestou algumas homenagens de boas-vindas aos religiosos que chegaram, encerrando o momento com uma coreografia apresentada pelos jovens do grupo JUC.

Após a celebração, todos puderam fazer fotos com os padres e diácono e foram convidados a participar de um lanche na área externa da igreja. Para os padres e familiares, também foi servido um jantar de confraternização. “Essa missão no interior é um desafio, pois é uma realidade totalmente diferente da nossa, mas esse desafio faz parte da escolha que nós fazemos quando damos sim ao chamado. Eu sempre vi com muita tranquilidade essa questão de vir ao interior e, estou aqui para caminhar em união e trabalhar junto nas 37 comunidades (três na estrada e sede do município e as demais são ribeirinhas). Espero corresponder com gratidão, a confiança que a igreja de Manaus depositou em mim”, disse padre Humberto.

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

avatar