Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pastorais do Centro Histórico realizam formação sobre a CF – 2018

Cerca de 90 membros de pastorais das paróquias do Centro Histórico da Arquidiocese de Manaus, participaram na manhã deste sábado (03/02) da formação da Campanha da Fraternidade 2018, proferida pelo Frei Paulo Xavier, no Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro de Aparecida.

“Este ano o tema da Campanha da Fraternidade [Fraternidade e Superação da Violência] nos leva a refletir se realmente somos fraternos, se buscamos construir fraternidade” disse Frei Paulo ao iniciar sua explanação, levando os presentes a refletir.

A necessidade de aprender a conviver com o próximo e principalmente com si próprio foi considerado o pelo palestrante o ponto chave para que a busca pela Paz e a superação da violência sejam obtidas. “Temos que fazer com que as pessoas se sintam bem, e para isso precisamos aprender a conviver com elas, mas antes precisamos aprender a conviver conosco. Como a cultura do Evangelho nos ensina ‘Amai nossos inimigos’. Pedimos tanto para que as pessoas se reconciliem, mas será que temos a capacidade de perdoar?”, disse o frei que dividiu os presentes em três grupos.

Cada grupo ficou responsável por debater uma ação proposta pela CF- 2018 [Ver, Julgar e Agir] e ao final fecharam propostas concretas que serão trabalhadas em cada Paróquia do Centro Histórico como: Os grupos de pastorais serão responsáveis por inserir o tema da paz na liturgia e orações; o Centro Histórico irá articular por meio do Ecumenismo e do diálogo inter-religioso, momentos de oração pela paz em lugares simbólicos, assim como conhecer as realidades próximas da comunidade que apresentem conflitos, para um discernimento sobre as melhores soluções e contribuições possíveis; os Grupos de Casais e Pastorais da Família, junto com as Pastorais de Comunicação, devem acompanhar as famílias, jovens, grupos de bairros rivais, escolas com incidência de conflitos em vista de supera-los; incluir o tema superação da violência nos programas de formação para a iniciação cristã, Catequese e Pastoral Juvenil, e utilizar os meios de formação como homilia, catequese, encontros, cursos, escolas da fé, para aprofundar temas relativos à superação da violência, a fim de atingir as pessoas que participam da vida da comunidade cristã.

Os membros das pastorais representaram as paróquias Sagrado Coração de Jesus, Nossa Senhora da Conceição, São Sebastião, Nossa Senhora dos Remédios, Nossa Senhora de Fátima, Dom Bosco, Catedral Nossa Senhora da Conceição e Santuário Arquidiocesano São José Operário.

Informações e fotos Vívian Marler / PASCOM Centro Histórico / Santuário Arquidiocesano São José Operário.

 


Deixe um comentário

avatar