Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Representantes das CEBs da Arquidiocese de Manaus participam do 14º Intereclesial em Londrina

Uma delegação do Amazonas e Roraima composta por 91 pessoas representantes das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), participaram do 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base que aconteceu em Londrina – PR, de 23 a 27 de janeiro. Dentre os presentes estiveram: Dom Mário Antônio, presidente do Regional Norte 1 da CNBB – AM e RR e Bispo de Roraima; Dom José Ionilton Lisboa, Bispo da Prelazia de Itacoatiara e referencial do Laicato no Regional; e Dom Zenildo da Silva, Bispo da Prelazia de Borba e referencial das CEBs no Regional; além da equipe de articulação do regional, formada por Elisinete Sousa, Patrícia Cabral e Francisco Andrade.

A abertura aconteceu na Praça Monumento a Bíblia com a participação dos 3.300 delegados e delegadas representantes dos 18 regionais, onde foram apresentados a história, tema e lema de cada intereclesial e os povos migrantes que também fazem parte da caminhada. Dom Geremiais Steinmetz, bispo de Londrina, leu a mensagem do Papa Francisco para as CEBs e, após a celebração, deu aberto o 14º Intereclesial. O primeiro dia do encontro iniciou com a oração conduzida pela grande região Oestão, em seguida, com o olhar do VER, a plenária deu início com uma reflexão analítica da atual conjuntura realizada por Pedro Ribeiro, sociologo. No segundo momento foi apresentado os desafios do Mundo urbano: político, social e eclesial por Raquel Rolnik.

A tarde os delegados e delegadas foram divididos em 13 mini-plenárias: o acesso e condições de moradia (Cecília Angileli e Mercedes Lopes), os desafios da mobilidade/transporte (Claúdio Ribeiro e Frei Ildo Perondi), os desafios da formação e educação (Sandra Garcia e Frei Betto), desafios do acesso e participação da cultura e lazer (Josemar Lucas e Marcelo Barros), democratização e participação na política partidária (Ivo Lesbaupin e Celso Carias), as mudanças no mundo do trabalho e os impactos na participação da comunidade (Andre Langer e Dom Reginaldo Andrietta), o desafio das juventudes (Rubia Nascimento e Joilson de Souza Toledo), mídias, novas tecnologias e direito a comunicação (Pe Edinho e Quininha), movimentos e organizações sociais e populares (Daniel Seidel e Francisco Aquino Junior), ecologia e o cuidado ambiental (Roberto Malvezzi Gogo e Jelson de Oliveira), pluralismo: religioso e diálogo inter-religioso (Faustino Teixeira e Pastora Romi Bencke), direito a saúde e saneamento (Leila Regina e Elóia Duarte) e a questão da violência e segurança (Marcia Lopes e Vilson Groh).

No segundo momento, a oração foi conduzida pela grande região Nordestão em seguida o foi conduzido o momento do JULGAR a plenária iniciou com a socialização das sínteses produzidas pelas mini-plenárias. Foi realizado também, a fila do povo, onde a juventude, os povos quilombolas e alguns representantes dos indígenas manifestaram seus posicionamentos em relação aos desafios urbanos existentes.  Em seguida a reflexão e provocações bíblicas teológicas por Irmã Tea e Padre Manoel Godoy. A tarde novamente os delegados e delegadas foram para as mini-plenárias, realizar o julgar de cada temática. 

No terceiro dia a oração foi do Nortão, onde regional Norte 1 se fez presente com representantes da arquidiocese de Manaus. Na fila do povo foi dado a oportunidade aos povos indígenas também manifestarem suas opiniões e cobrar seus direitos que estão sendo usurpados.  Foi realizado a socialização das sínteses produzidas pelas mini-plenárias temáticas. A tarde iniciou com o momento Arte e cultura popular: reafirmando a identidade das CEBs através das apresentações dos artistas da caminhada com músicas e poemas. Na continuação do encontro foi apresentado a candidatura para o 15º Intereclesial onde apenas o Mato Grosso se colocou como candidatura.  

O Bispo Dom Juventino Kestering da Diocese de Rondonópolis, fez a leitura da mensagem da carta onde convida o 15º Intereclesial em 2022 que aconteça em sua diocese. A noite, foi realizada uma caminhada até o aterro do Lago Igapó, onde aconteceu a Celebração dos Mártires e Defensores da Vida, na ocasião lembramos o Padre Rogério Ruvoletto que esteve conosco no 12º Intereclesial em Porto Velho e a Maria das Dores Priantes.

No quarto dia foi o momento dos regionais se reunirem e refletirem sobre o AGIR das CEBs e sua articulação no Brasil e América Latina através de dois questionamentos: Como encaminhar a luta por direito à cidade na sua região? e, Como fortalecer a organização das CEBs na sua região? A tarde foram feitos os encaminhamentos finais como leitura da Carta do 14º Intereclesial das CEBs, leitura das Moções apresentadas sobre a situação sócio-política que estamos vivendo no Brasil, e a aprovação do 15º Intereclesial em Rondonópolis. O dia finalizou com a Celebração de Encerramento e Envio, contando com a participação de 60 Bispos, vários padres, religiosas e religiosos, e leigos e leigas, num total de quase 8000 presentes, incluindo a participação do povo de Londrina, que compareceram no encerramento. 

 

Informações e fotos: Equipe de Articulação do regional Norte 1

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

2 Comentários em "Representantes das CEBs da Arquidiocese de Manaus participam do 14º Intereclesial em Londrina"

avatar
Toinha CEBs Manaus
Visitante

Valeu apena todo o esforço para estar em Londrina pra esse momento do processo amei aprendi convivi ouvi vivi experiências diferentes conheci quanta riqueza fizemos história em Londrina agora é fazer a contecer aqui no agir há tanta coisa pra se fazer e vamos fazer

Patricia Cabral
Visitante

Os intereclesiais são sempre grandes partilhas das experiências das vivências em comunidades. O 14° inter traz os desafios da vida urbana, como conciliamos nossas vidas pessoais e pastorais em meio a falta de políticas públicas em nossas cidades