Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Procissão e missa campal reúnem cerca de 10mil fiéis no encerramento dos festejos em honra à São Sebastião

A Paróquia São Sebastião e São Francisco de Assis realizou neste sábado (20) a festa de São Sebastião, um dos santos que possui mais devotos no mundo inteiro e, que neste ano trouxe como tema “São Sebastião, ajuda-nos a sermos cristãos leigos e leigas na igreja e na sociedade!”, e lema: “Sal da terra e luz do mundo” (Mt 5, 13-14). A programação, contou com a tradicional procissão, saindo às 17h, da frente da Igreja, localizada na Rua 10 de Julho, percorrendo as principais ruas do Centro de Manaus (Joaquim Nabuco, Av. Leonardo Malcher e Av. Epaminondas) até retornar ao Largo São Sebastião, onde foi realizada a missa campal, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani e concelebrada pelo pároco Frei Paulo Xavier e demais padres convidados. Após a celebração, todos foram convidados a participar do arraial realizado na frente da igreja com comidas típicas, som ao vivo e um super bingão com valiosos prêmios.

A programação começou as 5h, com a Alvorada de fogos fazendo um espetáculo no céus para saudar o padroeiro e, no decorrer do dia, centenas de devotos de São Sebastião lotaram a igreja durante as missas (três só de manhã) e mais o terço as 15h, tudo isso antes de iniciar a procissão que, como sempre, atraiu uma multidão de fiéis vindos dos quatro cantos da cidade e até mesmo do interior e comunidades ribeirinhas, como no caso da dona Amélia Rubim, da comunidade Bom Jardim no Rio Urubu, devota do santo desde criança e que não falta a nenhuma procissão, seja na comunidade ou na cidade. “Desde criança eu cresci vendo a devoção da minha avó à São Sebastião que foi passada para mim e virou uma tradição todos os anos participar da festa do Santo seja aqui em Manaus ou na comunidade Bom Jardim, com muita oração e louvor.  Esse é um dia que nossas atividades começam cedo e todo ano é uma emoção muito forte, fico muito feliz e dou graças a Deus em poder participar”, disse dona Amélia.

E foi assim, com a rua lotada de fiéis se concentrando em frente da igreja, que exatamente as 17h10min começaram a caminhar, tendo a frente Dom Sergio conduzindo seu rebanho. A multidão que seguia em procissão, parecia aumentar a cada passo que dava e, em poucos minutos, ruas de grande extensão já estavam completamente tomada pelos fiéis que caminhavam rezando, cantando, pedindo ou agradecendo por alguma graça recebida. Com velas e terços nas mãos, carregando uma pequena estátua ou imagem do santo, seja sozinho ou com a família reunida, cada fiel ao seu modo, ia percorrendo o caminho com aquela expressão de felicidade e de emoção no rosto. Claro que para alguns, toda “verdadeira procissão”, tem que ser feita com os pés descalços, conforme explica dona Sandra Telma. “Participo de várias procissões no decorrer do ano e sempre vou descalça, não é apenas para pagar promessa, mas ao meu ver, desse modo a entrega é maior pois também estamos fazendo um pequeno sacrifício”, comentou.

Pouco mais de uma hora depois, os fiéis retornaram ao Largo São Sebastião, lugar onde foi realizada a missa campal, tendo ao fundo o Teatro Amazonas e ao lado a igreja de São Sebastião compondo um belo cenário digno do homenageado. Mesmo sendo ao ar livre, o local tornou-se pequeno diante de tantas pessoas que se amontoavam em pé ou sentadas para prestigiar a Santa Missa. Durante a sua homilia, Dom Sergio ressaltou a importância para a igreja católica do santo que foi soldado romano e que muitas vezes ajudou os primeiros cristãos tendo compaixão das atrocidades que eles sofreram. Foi martirizado por professar e não renegar a fé em Cristo nem mesmo sob tortura. “São Sebastião foi perseguido por causa de sua fé e sofreu as maiores atrocidades, e ainda hoje existe pessoas que são violentadas por causa dela.  Vamos pedir para que ele nos anime a ser pessoas justas, honestos e de compromisso social, porque a fé sempre tem que levar à vida e vida em abundância”, disse o arcebispo.

Antes do encerramento, o Coral de São Sebastião fez uma breve apresentação interpretando a canção Sebastião Mirifíco. Logo em seguida, Frei Paulo agradeceu a participação de todos os fiéis e colaboradores, que direta ou indiretamente ajudaram durante todos os festejos, desde antes de começar o novenário, até a finalização do arraial, agradecendo também a divulgação nas redes sociais, para aqueles devotos que não puderam estar presentes, mas que dessa forma puderam acompanhar no conforto de sua casa via internet ou por meio das ondas da Rádio Rio Mar 103,5 MHz que fez a transmissão na integra tanto da procissão completa, quanto da missa campal em homenagem ao santo que é padroeiro dos militares e atletas.

“Nossa fé reaviva sempre mais, quando encontramos essa multidão de pessoas, que vieram de várias partes da cidade, é uma fé que nos empolga e nos anima e o que mexe mais com a nossa vida, é sentir que as pessoas olham para São Sebastião e encontram caminho para Jesus, vivendo seu batismo, professando a sua fé e sendo criativos, usando as novas tecnologias a serviço da vida e da esperança, e assim sermos sal da vida e luz do mundo. Que São Sebastião nos encoraje a vivermos a nossa fé, ajudados pelo Ano Nacional dos Cristãos leigos e leigas, sendo sujeitos de uma igreja em saída, comprometida com a justiça, com a paz, na vida e na sociedade”, disse o Frei que logo depois pediu para todos acenderem a lanterna do celular, como forma de representar que nós somos a luz do mundo.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



One comment on “Procissão e missa campal reúnem cerca de 10mil fiéis no encerramento dos festejos em honra à São Sebastião”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *