Arquidiocese de Manaus

Aleam concede título de cidadão amazonense ao padre diocesano Mauro Cleto

Mais um membro da Igreja Católica de Manaus foi homenageado na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). O padre diocesano Mauro Cleto Ferreira da Costa recebeu o título de Cidadão do Amazonas concedido na manhã do dia 28 de novembro de 2017, através da propositura do deputado estadual Serafim Corrêa. O padre é cearense, nascido em Limoeiro do Norte, e mudou-se para Manaus na década de 70 e aqui entrou para o Clero Arquidiocesano, ingressando no Seminário São José aos 18 anos.

O deputado Serafim abriu a cerimônia, destacando das atividades realizadas pelo padre Mauro em todas as paróquias pelas quais passou: Morro da Liberdade, Alvorada, Nossa Senhora das Graças e atualmente no Centro, na Paróquia dos Remédios. Padre Mauro Cleto recebeu o título das mãos dos deputados Serafim Corrêa e David Almeida (PSD), presidente da Casa.

“O projeto dessa homenagem foi aprovado por unanimidade. Todos os deputados foram favoráveis. Parabéns mais uma vez para essa figura, o mais novo amazonense, que se doa tanto aos nossos irmãos”, afirmou o deputado Serafim.

Em seu discurso, o padre agradeceu a homenagem e o dom da vida. “Agora sou um caboclo legítimo. É bom estar aqui. Viajar e voltar para Manaus é maravilhoso. O amazonense deveria ter orgulho de ser daqui”, disse ele, declarando seu amor ao Amazonas.

Sobre o padre Mauro

Sua vocação sacerdotal nasceu de uma experiência de vida familiar. É o mais novo nascido em 4 maio de 1963, em Limoeiro do Norte, no Ceará. Desde cedo repetia em sua casa partes de uma missa e na adolescência já participava das atividades na comunidade católica de onde residia. Veio para Manaus aos 15 anos e residiu no bairro Morro da Liberdade. Foi para o grupo vocacional aos 18 anos e após 6 meses foi para o Seminário São José. Fez experiências pastorais no Coroado, acompanhou atividades de evangelização em escolas e na universidade. Foi ordenado padre em 8 de dezembro de 1989, por Dom Clóvis Frainer. Fez curso para formadores pela CNBB e ficou responsável pelo seminário de filosofia, localizado no bairro São Lázaro e também foi pároco da Paróquia São Lázaro, por quatro anos. Depois foi para o bairro Alvorada 3, onde ficou 6 anos e meio, atuando em sete comunidades, com mais de 600 jovens; depois, em 2001, ficou um ano nas paróquias Sagrado Coração de Jesus e Santa Luzia. Também foi pároco na Área Missionária Sagrada Família, no Japiim, onde ficou mais de 6 anos, esteve por 8 anos na Paróquia Nossa Senhora das Graças, localizada no Beco do Macedo, e há 10 meses assumiu a Paróquia Nossa Senhora dos Remédios.

Também foi Chanceler da Cúria Metropolitana por 15 anos, foi responsável pela reunião do clero e pelo sítio dos padres. E há Padre Mauro sabe que não possui nada, é um servo de Deus a disposição da missão, desprendido como devem ser todos os sacerdotes, pois a vocação é um dom e deve-se viver um dia de cada vez, conforme Deus providencia e permite viver. Outro ponto marcante do pároco é o grande amor que tem por Nossa Senhora, uma devoção intensa à Maria, especialmente Nossa Senhora de Fátima, que foi a primeira que adentrou sua casa, na sua infância.

 

 

      



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



One comment on “Aleam concede título de cidadão amazonense ao padre diocesano Mauro Cleto”

  • Geórgia Suely Abreu Porto disse:

    Parabéns Padre Mauro, que Deus o abençoe abundantemente! Que Nossa Senhora da Imaculada Conceição o cubra com Seu Manto Sagrado! Obrigada por suas orações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *