Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Ordenado mais novo sacerdote diocesano da Arquidiocese de Manaus

Momentos de muita emoção marcaram a ordenação presbiteral do mais novo padre diocesano da Arquidiocese de Manaus, Humberto Vasconcelos de Souza. Presidiu a solenidade o arcebispo de Manaus, Dom Sergio Castrini, e concelebraram os bispos auxiliares Dom José Albuquerque e Dom Tadeu Canavarros, e o bispo emérito Dom Mario Pasqualotto, além de dezenas de padres que estiveram presentes e acolheram seu mais novo irmão do ministério presbiteral.

“Toda a Arquidiocese se alegra por mais um padre. Na Igreja católica o ministério presbiteral é essencial. Os ministros ordenados para o sacerdócio são os que presidem a Eucaristia, que é a fonte e a meta da vida da Igreja, enquanto faz memória do mistério pascal”, afirmou Dom Sergio.

O neo-sacerdote Humberto Vasconcelos, em discurso muito emocionado, agradeceu a Deus pelo fim do tempo de espera pelo tão sonhado sacerdócio. “inicia-se o tempo de missão, tempo de arregaçar as mangas e viver de modo pleno o tão sonhado sacerdócio. O caminho foi árduo e às vezes doloroso, mas no final de tudo Deus me concedeu a graça da paciência e da perseverança, e graças a Ele a estrada por mim percorrida ao logo de quase 12 anos não foi deserta, pois realmente pude viver na minha própria pele a promessa que Cristo fez de que todo aquele que deixar a própria casa, pai, mãe e irmãos por seu nome, receberá muito mais. Agradeço a Deus que, não obstante minhas fraquezas e pecados, se dignou chamar-me, dentre seus filhos para participar do sacerdócio de Cristo e poder ser dispensador dos sagrados e divinos mistérios a todo povo”, afirmou padre Humberto, que também agradeceu a Dom Sergio, de maneira particular por tê-lo ordenado sacerdote e espera poder cumprir com obediência e fidelidade as promessas feitas no rito de ordenação, buscando cooperar com as atividades pastorais em vista da santificação do povo de Deus.

Sobre o padre Humberto Vasconcelos

Estudou filosofia e teologia durante mais de sete anos. A teologia fez no Chile. Originário de Manaus, fez os estudos básicos em escolas da capital amazonense.  Sua trajetória eclesial começou no Beco do Macedo, onde passou a infância e se completou na Área Missionária Santa Catarina de Sena. Neste tempo teve a influência de dois grandes sacerdotes da Arquidiocese, o Pe. Pedro Gabriel e o Pe. Martin. Sua caminhada vocacional o levou a fazer a experiência da vida religiosa em duas congregações.  Há algum tempo voltou para a sua terra onde completou os estudos teológicos, cresceu na comunhão com o clero local do qual fará parte, foi ordenado diácono, e exerceu atividades pastorais. Por ocasião da sua ordenação diaconal ele prometeu viver no celibato, condição para ser padre na igreja romana.



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz