Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Festa das comunidades da A.M.P.N. encerra com carreta e envio de ministros em missa campal

Na noite deste sábado (14/10) a Área Missionária da Ponta Negra (A.M.P.N), celebrou a festa de N. Sra. Senhora da Conceição Aparecida e de todos os padroeiros das dez comunidades que formam a A.M.P.N. A celebração foi realizada no Centro de Formação Pastoral Social (CEFOPAS) da A.M.P.N. logo após a chegada da carreata e foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sergio Castriani, concelebrada pelo pároco, pe Sergio Petkowski e pelo vigário paroquial, pe. Telmo Buriol, auxiliados pelo diácono Ricardo Lopes. Na ocasião, além de celebrar o jubileu dos 300 anos de bênçãos da mãe Aparecida, também foi realizado o rito de envio de 76 ministros, 39 da Sagrada Comunhão e 37 da Palavra, desse total, 54 são reenvio.

Antes mesmo da celebração, por volta das 15h, os devotos com carro e motocicleta ja começaram reunir para juntos saírem em carreata as 16h, partindo da estrada da Jonasa (local da concentração), passando por todas as comunidades da A.M.P.N. até chegarem no Cefopas, localizado na rua paragominas, conj. Augusto Montenegro – Lírio do Vale 2, onde deu inicio à celebração um pouco depois das 18h, com a procissão de entrada sendo realizada por cada comunidade conduzindo o andor de seu padroeiro(a) em meio à assembleia, enquanto o comentarista ia narrando as características de cada uma. O ultimo a entrar, foi o andor de N. Sra. Aparecida, grande homenageada da festa, que ganhou um lugar de destaque junto ao altar.

Dom Sergio falou que era uma grande alegria e satisfação estar pela primeira vez celebrando a festa das comunidades, nesta data tão especial que se festeja o jubileu mariano da fé. “A religião católica é uma religião mariana, que desde pequeno aprendemos a rezar a oração da Ave Maria, que é a oração de todos e em todas as ocasiões, a Ave Maria está em nossos lábios, porque Maria é aquela que acolhe e escuta a palavra de Deus. Somos marianos quando se deixamos conduzir pelo Espirito e hoje agradecemos a Deus por ter a padroeira que temos, pois Aparecida é a coisa mais brasileira que existe, morena, humilde, poderosa, forte, mãe que nos acompanha dia após dia”, disse o arcebispo.

Sobre o envio dos ministros, Dom Sergio salientou a importância que cada um tem dentro da igreja atuando nas comunidades. “Vocês hoje estão celebrando a festa das comunidades, que é um lugar de vida, lugar de paz, de amizade e de amor. E a comunidade tem que ter esse aspecto materno, lugar de compromisso com o irmão e a presença de vocês que vão ser enviados como ministros, mostra que vocês acreditam nisso e vivem o sinal de Deus no mundo e dentro das comunidades tem os serviços, o mais visível é o ministério da Sagrada Comunhão da Eucaristia e da Palavra, e vocês serão os responsáveis por levar aos doentes o pão da vida e a palavra de Deus, que reúne e alimenta. Parabéns a todos vocês por assumirem esse compromisso e muito obrigado a cada um de vocês”, concluiu o arcebispo.

De acordo com Leo Silva, coordenador dos ministros, a preparação ocorreu durante um ano com pessoas de todas as idades e pertencentes as 10 comunidades. “Foi um ano de preparação dos novos ministros (o mais jovem com 24 anos e a mais antiga tem 79 anos), com dois encontros por mês aos sábados, ensinando todos os transmites dos trabalhos. Eu estou sendo reenviado e minha esposa esta sendo enviada pela primeira vez e, ficamos felizes ao ver que agora todas as comunidades vão passar a ter ministros, inclusive duas que não tinham”, comentou o coordenador.

Sobre a festa das comunidades

De acordo com o pároco, a festa das comunidades com os padroeiros é um evento que ocorre desde o ano 2000, como forma comunhão e participação, um hábito que se repete todos os anos no dia 12 de outubro, mas que esse ano foi realizado em outra data em virtude da festa do Jubileu ocorrido no ultimo dia 12, atraindo mais de 65 mil fieis em procissão e missa campal ocorrido no Santuário de Aparecida.

“Devido esse ano, a Arquidiocese de Manaus ter realizado um grande evento no Santuário Mãe Aparecida, nós por respeito transferimos a festa para hoje, dia 14, e concluímos com essa belíssima festa das comunidades, envolvendo carreata, missa campal com o envio de 76 novos leigos e leigas, além de duas religiosas, que vão atuar como novos ministros em nossas 10 comunidades. Uma verdadeira benção, porque a força da missão na nossa área Missionária, são os leigos”, comentou padre Sergio.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

1 Comentário em "Festa das comunidades da A.M.P.N. encerra com carreta e envio de ministros em missa campal"

avatar
Maria José
Visitante

Parabéns a tds os comunitários , animadores de comunidades, nossos padres e, ao nosso Bispo e diácono.

wpDiscuz