Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Pastoral da Juventude realiza DNJ 2017

No ultimo domingo, (8), a Pastoral da Juventude (PJ) da Arquidiocese de Manaus, realizou o Dia Nacional da Juventude (DNJ). Com tema: “Juventudes em defesa da vida dos Povos e da mãe terra” e o lema: “Os humildes herdarão a Terra” (Salmo 37, 11a), cerca de 1.500 (mil e quinhentos) jovens participaram da programação que aconteceu na zona norte da capital.

O evento iniciou na comunidade Preciosismo Sangue da Área Missionária Monte das Oliveiras e seguiu em romaria até a comunidade Sagrada Famílias. Durante o percurso diversas reflexões foram feitas abordando a temática do evento e, em sintonia com a Campanha da Fraternidade 2017, apelos em defesa da vida dos povos tradicionais e indígenas, além de um grito em defesa da Amazônia.

Já na comunidade Sagrada Família a programação teve inicio com a ciranda da vida, despedidas dos jovens que completaram o tempo de coordenação arquidiocesana e o acolhimento de Pe. Manoel Rubson Balieiro (Diocesano), como novo assessor eclesiástico da Pastoral da Juventude e Dom Tadeu Canavarros, (SDB), bispo auxiliar de Manaus e referencial para a juventude, além da apresentação dos delegados que irão representar a arquidiocese no 12º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude (ENPJ), que acontece em Janeiro no Acre.

Para Dom Tadeu, a juventude como igreja precisa criar consciência,  olhar com maior profundidade a realidade que os cerca, o bioma amazônico e ser agente de transformação. Destaca que “não é possível fazer grande coisas, mas realmente cada um se torna um agente de transformação capaz de mudar o seu entorno, desde os pequenos cuidados, sem dúvidas a força do jovem que realmente é o nosso futuro, nos garante então essa consciência de deixarmos uma terra melhor para eles”.

O DNJ seguiu com atrações musicais e encenações que trouxeram as reflexões pela vida das juventudes e da Mãe Terra. O Grupo Artístico Aiaká, formado exclusivamente por pejoteiros, em sua apresentação, declamou um poema e encenou o apelo em defesa da vida e da terra. Já o Grupo Musical Navegantes, formado por dois ex-coordenadores nacional da PJ pelo regional norte 1 e o atual assessor para a região norte, relembraram musicas tradicionais da caminha da PJ.

Para dar continuidade nas atrações o grupo de dança, Nação Cabocla apresentou alguns dos rituais indígenas, a edição de 2017 do DNJ encerrou com a banda Fênulo, tocando o melhor rock nacional e algumas músicas autorais.

Andrey Marcelo que faz parte da coordenação arquidiocesana da Pastoral Universitária (PU), destaca a importância de a PJ realizar um evento como esse que congrega as juventudes em defesa de algo maior que são as causas ambientais, na construção do Reino de Deus que começa aqui, “é super valido e importante ver a juventude reunida celebrando o Cristo Libertador”, destacou Andrey.

O evento reuniu  jovens que atuam nas comunidades, áreas e paróquias da Arquidiocese de Manaus, Articulação da Juventude Salesiana (AJS), Casa MAGIS Manaus, Pastoral Universitária (PU) e movimento social Levante Popular da Juventude, alguns municípios do interior como Iranduba, Manaquiri, Cacau Pirera, Careiro e até da Diocese de Coari com a presença de jovens e  da Coordenadora Regional da PJ pela diocese, Ayslen Reis, que ao final do evento por meio de áudio em aplicativo de mensagens agradeceu a acolhida e parabenizou a organização do evento.

 

Sobre o DNJ

O Dia Nacional da Juventude é uma atividade permanente da Comissão para Juventude da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) realizada nas dioceses de todo país, dedicado exclusivamente para os jovens. É dia de festa, de manifestação e tomada de decisões. Todos os anos é destacado um tema importante a ser debatido e trabalhado nos grupos de jovens na intenção de promover o protagonismo juvenil e defender a juventude, anunciando os sinais de vida e denunciando os sinais de morte.

Histórico

No ano de 1985, foi decretado pela ONU (Organização das Nações Unidas) o “Ano Internacional da Juventude”. Como gesto concreto, a Pastoral da Juventude do Brasil assumiu a celebração do Dia Nacional da Juventude. Atualmente, no Brasil, celebramos o DNJ no último domingo do mês de outubro. Esse dia é marcado por mobilizações de milhares de jovens, em todo o país, para celebrar, como igreja, a vida da juventude. Em 2017 o DNJ já está em sua 32ª edição e é o dia mais esperado pelos jovens participantes de grupos de jovens da Pastoral da Juventude.

 

Fotos: Charles Prado

Confira o registro fotográfico de Perezes Júnior no link: goo.gl/eqN5y3 



Por: Arthur Amorim

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz