Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Regional Sul 1 apresenta aos bispos do Amazonas e de Roraima o projeto missionário na Amazônia

Foi com alegria que as dioceses e prelazias do Regional Norte 1 receberam a visita do padre João Carlos, da Arquidiocese de São Paulo – Regional Sul 1, que veio à Manaus para participar da 45ª. Assembleia do Regional Norte 1 e apresentar aos bispos presentes o esboço do Projeto Missionário para o Amazonas e para Moçambique – África, que deve ser aprovado na assembleia a ser realizada no estado de São Paulo, em outubro deste ano.

Padre João Carlos fez sua explanação no terceiro dia da assembleia, com distribuição de um folder explicativo sobre o projeto e apresentação de vídeos institucionais que mostram as missões realizadas e chamando para as missões previstas para os próximos três anos na Amazônia, especificamente nos estados do Amazonas e de Roraima, dando continuidade aos 21 anos de presença destes missionários na região, iniciado na década de 90, a partir da iniciativa lançada durante a Assembleia Geral dos Bispos do Brasil realizada em abril de 1994, sendo os municípios de Manaquiri e Borba, ambos do Amazonas, os primeiros a receber os missionários, e depois outros foram enviados para abrir novas frentes de missão na Amazônia, tendo sido enviados um total de 70 missionários entre os anos de 1996 e 2017.

“Vim com o objetivo de relançar o Projeto Missionário do Regional Sul 1 – São Paulo, que tem por objetivos a cooperação entre as Igrejas do regional Sul 1 e Norte 1, despertar nos cristãos o ardor e o compromisso com a missão, e também enviar, manter e acompanhar por um período de três anos 12 missionários na Amazônia”, declarou padre João Carlos que lançou também o convite para que muitos participem do projeto rezando, cooperando economicamente, se possível, e partindo para a missão pessoalmente, em vista da promoção e defesa da vida.

Alguns dos presentes nesta assembleia são missionários enviados pelo Regional Sul 1 e contaram um pouco da experiência e o tempo que aqui estão, como a leiga Izalene Tiene, que foi enviada para a missão ao município de Tabatinga, na Diocese do Alto Solimões e agora está em Manaus, colaborando na Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam). Outro missionário é Dom Sergio Eduardo Castriani, que teve sua primeira experiência na Amazônia, há 38 anos (em 1979), na cidade de Feijó – Acre, logo após sua ordenação presbiteral; tendo anos depois, em 1998, se tornado bispo, assumindo a Prelazia de Tefé – Amazonas e, em dezembro de 2012 foi nomeado arcebispo da Arquidiocese de Manaus, tomando posse em fevereiro de 2013.

 

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz