Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Encontrão sobre atendimento ao dizimista reúne mais de 600 agentes de pastoral no Colégio Dom Bosco

A Coordenação Arquidiocesana do Dízimo reuniu 643 agentes de pastoral em encontro anual que tratou da evangelização através do atendimento ao dizimista. O encontro aconteceu na manhã do dia 17 de setembro, no auditório do Colégio Dom Bosco, e o conteúdo foi ministrado de forma muito cativante por Padre Tom Viana, da congregação Sociedade de São Paulo (SSP) e atual responsável pelo Departamento de Marketing da Paulus Editora.

O palestrante usou uma linguagem muito dinâmica e muito exemplos reais para explicar termos e técnicas a serem usados para cativar os dizimistas e divulgar o trabalho pastoral no Dízimo, que muitas vezes é mal compreendido. Destacou que o importante é ressaltar que se deve usar termos que ressaltem que o dízimo significa gratidão a Deus por tudo que Ele tem concedido a nós, e que os recursos são para manter a Igreja viva, evangelizando, disseminando a acolhida e o amor de Deus por todos os seus filhos.

Destacou a necessidade dos agentes que atuam no Dízimo serem sempre simpáticos e acolhedores, usarem de criatividade e transparência; demonstrando respeito e credibilidade; usar de criatividade, responsabilidade, simpatia, empatia (se colocar no lugar do outro) transparência, credibilidade, liderança, respeito, tudo para fazer da sala do dízimo um espaço de evangelização, mostrando a todos o amor de Deus através de gestos simples e puros como olhar nos olhos, ouvindo seus problemas, compreendendo a situação da pessoa e sendo verdadeiro.  Na verdade, transparecer a sua experiência de intimidade com Deus, refletindo o amor de Deus. Também compreende visitar aquele que não tem comparecido às atividades da Igreja para verificar se precisa de alguma ajuda. Outro ponto colocado foi que o Dízimo deve ser também espaço para formação bíblica, litúrgica e catequética, visto que também deve ser parte da Igreja que precisa estar constantemente em saída.

Padre Tom elencou alguns pontos do marketing, sua especialidade, como antecipar, identificar e conhecer as necessidade dos futuros contribuintes do dízimo, mostrando que eles podem fazer uma experiência concreta com Deus. Alguns deles podem ser desafios a serem enfrentados, mas darão ótimos resultados.

– Definir papéis entre os agentes da pastoral (cada qual com sua habilidade)
– Elaborar um plano de ação
– Identificar forças e fraquezas
– Ter claro seu posicionamento
– Avaliar resultados
– Identificar o dizimista (gravar seu nome e fisionomia para sempre reconhecê-lo)
– Superar expectativas
– Incentivar formas de aproximação
– Olhar e ouvir com o coração (pra não olhar com os olhos de cifrão)
– Esclarecer a utilidade e a razão de existir da Comunidade (Documento N. 106  da CNBB)
– Conhecimento do que é o dizimo (dimensões Religiosa, Caritativa (Social), Missionária e Eclesial)
– Empatia (colocar-se no lugar do outro)
– Segurança (fé e conhecimento do trabalho realizado)
– Aparência (respeito e cuidado consigo mesmo)
– Resposta (capacidade de acolher e responder ao que ela busca)
– Gentileza (ser gentil de coração, com sinceridade, para que vejam a experiência da gratuidade e gratidão a Deus)

Ao final, o assessor eclesiástico da Pastoral do Dízimo, pe. Leudo Santos, agradeceu o apoio do arcebispo Dom Sergio Castriani e de Dom José Albuquerque, que acompanha a pastoral e também a participação dos mais de 600 agentes desta pastoral representando todos os setores da Arquidiocese de Manaus. Apresentou oficialmente a criança, Valentina Batalha, de 10 anos, que vai representar o Dízimo Mirim da Arquidiocese de Manaus, iniciativa que deve estimular a participação das crianças junto à esta pastoral.

A coordenadora Cely Bernardes, agradeceu por toda a equipe que trabalho muito. “Nós estamos há 3 meses trabalhando para que este encontro acontecesse. Nós estamos aqui em 643 pessoas, fora a equipe de apoio. Isso só foi possível pois vocês nos ajudaram. E é assim que a pastoral do dízimo acontece, pois se não houver uma boa disposição de cada participante, o evento não acontece. Nós estamos indo nas comunidades fazer formação para esclarece um pouco mais da pastoral no dízimo e da evangelização que se deve fazer através dela”, finalizou Cely.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz