Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Movimento Carismático de Assis celebra 10 anos de existência em Manaus

Na noite desta terça-feira (29/08), o arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, presidiu a celebração em ação de graças aos 50 anos de existência do Movimento Carismático de Assis (MC), fundado na Itália por Franca Cornado e que em Manaus existe há 10 anos. A celebração foi realizada na Paróquia São Lázaro, localizada na rua São Vicente s/n° – bairro São Lázaro, concelebrada pelo pároco pe. Agildo Alves e pelo pe. Leudo Santos, representante eclesiástico do Movimento.

De acordo com o pároco Agildo Alves, os membros do movimento são pessoas que se dedicam a vivenciar a experiência de ajudar o sacerdote nos ministérios e nas ações extraordinárias da igreja. “As vezes, algumas pessoas aparecem com alguns sinais que não sabem como lidar e eles têm esse competência, para ajudar e orientar da melhor forma, com oração, intercessão, evangelização, todas essas dinâmicas que a igreja vivencia”, explicou.

Josenilda Valente, coordenadora regional do movimento, afirma que apesar de ser um movimento que atua de certa maneira “escondido, tem uma missão de grande importância na igreja. “O movimento se ocupa em ouvir, se aproximar e tentar ajudar as pessoas que possuem dons extraordinários, ou seja, as pessoas que tem dons especiais. Nós fazemos essa acolhida e investigamos u pouco da realidade dela e tentamos encaminhar para um sacerdote, não é um trabalho fácil, pois é necessário muita orientação e oração, pois temos que agir dentro da palavra de Deus e assim entender o coração dessa pessoa”, disse a coordenadora.

Segundo pe. Leudo, uma vez por mês o grupo de consagrados que fazem parte do movimento, recebem formação “Esse é um movimento que existe em Manaus, no Brasil e no mundo, para nos aprofundarmos mais, tiramos uma sábado no mês para estudar os documentos, recebermos formação e, durante o ano, a caminhada missionária do MC continua, com retiros, momentos de adoração, oração e retiros, atividades destinadas para as pessoas que tem os carismas voltadas para a vida na igreja”, explicou pe. Leudo. Ao final da celebração, todos foram convidados a participarem de um jantar de confraternização.

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz