Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Área Missionária Santa Mônica celebra padroeira com procissão e missa

Procissão e missa marcaram na noite deste domingo (27/08), os festejos em honra à Santa Mônica organizado pela Área Missionária que leva seu nome. A procissão teve início em frente à Escola Estadual Maria do Céu Vaz D´Oliveira, até chegar na igreja de Santa Mônica, onde o bispo auxiliar, Dom José Albuquerque presidio a celebração, concelebrada pelo pe. Claudio Trabacchin e auxiliados pelo diácono Rozinaldo Trovão. Durante a celebração, também foi lembrado o dia do catequista e o comemorado o Jubileu de Prata da igreja de Santa Mônica que há 25 anos, é mais que um simples ponto de referência no coração do conjunto Manôa.

A igreja, localizada na rua Manoel Belém, s/nº, também é um lugar de fé e devoção para muitos paroquianos do bairro e até de regiões mais distante, pois tem como padroeira Santa Mônica, que além de ser conhecida como padroeira das mães cristãs, também é mãe de Santo Agostinho, um dos santos mais conhecidos no mundo todo. Muito lembrado inclusive durante o trajeto da procissão, onde os fiéis durante a caminhada da escola até à igreja, iam cantando rezando e lembrando os feitos de Santa Mônica, um deles foi o próprio fato de rezar pela conversão do filho, que mais tarde veio se tornar um dos doutores da igreja.

Após nove paradas, realizadas durante a procissão, onde cada pastoral conduziu uma oração ou contou um pouco da história da padroeira, os devotos chegaram à igreja, que praticamente lotou com a presença de aproximadamente 400 pessoas, que em pé ou sentadas, assistiam atentas cada momento da celebração. “Desses 25 anos da igreja, a maior parte eu ja estive presente participando dos festejos e hoje foi maravilhoso, um domingo muito bonito e importante que reuniu todas as comunidades, enchendo a igreja como há muito tempo eu não via”, disse Raimundo dos Santos.

Durante a homilia, Dom José com todo seu carisma, falou de maneira aberta ao povo de Deus, salientando não só o evangelho, mas também a vida de Santa Mônica e a importância dos trabalho dos leigos nas pastorais, sobretudo os catequistas. “Santa Mônica é um exemplo para todos nós, principalmente para as mulheres pois foi uma mãe que nunca deixou de orar pelo filho, que estava trilhando caminhos errados, mas depois se converteu. Lembrando que hoje é o dia do catequista e, assim como as demais paróquias, a maioria são mulheres e a todos esses educadores da fé meus parabéns, lembrando que os primeiros catequistas dos filhos são os próprios pais que ensinam as coisas de Deus em casa”, disse.

Sem dúvida um dos momentos mais esperados, aconteceu após o canto da ladainha de todos os santos, quando o bispo iniciou o rito de dedicação do novo altar, sendo consagrado novamente após 25 de evangelização da igreja na comunidade. “É uma alegria poder dedicar esse novo altar, que é o centro da Igreja e o sinal que representa Cristo. É lugar da nossa reverência, é o local do sacrifício e a mesa da refeição onde nos reunimos ao seu redor como se fosse a última ceia de Jesus, recebendo a certeza que não estamos sozinhos, pois ao receber o pão que desceu do céu, nos tornamos sacrários vivos”, comentou Dom José.

     



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

1 Comentário em "Área Missionária Santa Mônica celebra padroeira com procissão e missa"

avatar
Paulo Godinho
Visitante

Somos chamados a viver em comunhão, na fraternidade e ir em missão, levar a boa nova de Jesus Cristo a todos os que estáo afastado do convívio comunitario, e esses momentos também se faz necessário para experimentar a misericórdia de Deus na vida de seu povo, foi muito bom a participação dos comunitários neste evento. Agradecemos a Deus por tudo que realizaremos tem realizado no meio de nós.

wpDiscuz