Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom Piero Marini conversa sobre a igreja e liturgia com seminaristas da Arquidiocese de Manaus

O Seminário Diocesano São José, recebeu pela primeira vez, ao logo dos seus 169 anos de existência, completados no ultimo 13 de maio, a ilustre visita de Dom Piero Marini, arcebispo italiano e presidente do Pontifício Comitê para os Congressos Eucarísticos Internacionais, além de ter uma larga experiência obtida ao logo de anos como experiência como cerimoniário dos papas, São João Paulo II e Bento XVI (Papa emérito). experiência como cerimoniário dos papas, São João Paulo II e Bento XVI (Papa emérito). experiência como cerimoniário dos papas, São João Paulo II e Bento XVI (Papa emérito).cerimoniário dos papas, João Paulo II (hoje canonizado Santo) e Bento XVI (papa emérito). Ele chegou à Manaus na tarde deste ultimo sábado (22/07) à pedido da Arquidiocese de Manaus que soube que ele estava no Rio de Janeiro em visita a um amigo e o convidou para participar de um encontro com os coroinhas, ocorrido no domingo de manhã e para a abertura do segundo semestre do ano letivo do Instituto de Teologia Pastoral e Ensino Superior da Amazônia (Itepes) na manhã de segunda (24/07).

Dando continuidade ao trabalho realizado pela manha, Monsenhor Piero as 16h visitou os seminaristas da turma de teologia do seminário São José, que juntos com pe. Zenildo Lima, reitor do seminário; pe. Marciney Marques, vice-reitor, pe. Vanthuy Neto, diretor executivo do Itepes; e Frei Ricardo que estava acompanhando o Monsenhor Piero. “Esse é um encontro mais informal, é a sequencia da formação que ele deu hoje pela parte da manhã, agora vai ser escutando as experiências e verificando o que existe de próprio da liturgia daqui”, disse Pe. Zenildo que deu as boas-vindas à Dom Piero apresentando e explicando um pouco das características como funciona o seminário José e os estudantes que ali moram e como os mesmos vão se inserindo nas paróquias e pastorais, assim também como falou um pouco sobre as peculiaridades das igrejas da Arquidiocese de Manaus, com algumas comunidades apresentando características ribeirinhas e realidades bem diversificadas.

Dom Piero falou por quase duas horas, com um jeito simples de conversar ele deu um testemunho muito bonito de sua vida pessoal e da sua caminhada religiosa, que começou aos 11 anos como coroinha a até chegar ao cargo de mestre de cerimônia dos papas. Também de maneira calma e serena, deixou claro a forma que ele percebe a liturgia, ao mesmo tempo reconhece que a liturgia não pode ser uniformizada no mundo todo e demonstrou flexibilidade diante de outras realidades, que não a descaracteriza, muito pelo contrário, enriquece a cultura sem perder a mensagem do evangelho. Apesar do pouco tempo, foram palavras que com certeza marcaram os seminaristas. “Foi um privilégio tê-lo conosco e um prestígio muito grande, pois a contribuição dele mostrou que a liturgia, acima de tudo, é um serviço de louvor a Deus, que vem para gerar uma proximidade com Deus por meio da fé, demostrando a universalidade da igreja dentro da unidade”, comentou Antônio Jeferson, seminarista pertencente à diocese de Roraima.

De acordo com o pe. Vanthuy, todo esses encontros foi devido à uma parceria com o Frei Ricardo que é aluno de Dom Piero, que gerou a possibilidade de se ter a troca de experiências de alguém que serviu na liturgia do mundo inteiro. “É uma alegria tê-lo aqui nesse fim de semana, pois receber alguém que colaborou diretamente no serviço ao santo padre é uma experiência de confirmação na fé, pois termos alguém que viajou o mundo todo e hoje se dispôs a vir aqui em Manaus, onde teve primeiramente o contato com os coroinhas e agora falou para os futuros padres da Arquidiocese de Manaus, um contato com aqueles que vão ser os próximos pastores em todos os lugares da Amazônia, é a figura do homem universal com os padres das igrejas particulares, é uma verdadeira troca de experiência de alguém que serviu na liturgia em vários lugares do mundo, para os padres que vão servir nas igrejas locais, com características tão próprias de nossa região. Foi algo realmente marcante, tanto para ele, quanto para nós aqui”, comentou pe. Vanthuy.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

1 Comentário em "Dom Piero Marini conversa sobre a igreja e liturgia com seminaristas da Arquidiocese de Manaus"

avatar
Maria
Visitante

Parabéns a nossa Arquidiocese de Manaus pelos profissionais excelentes, em particular quero citar Érico e Ana Paula pela assessoria de imprensa. Que Deus abençoe todos os profissionais dessa instituição religiosa da qual eu faço parte.

wpDiscuz