Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Paróquia de Santo Antônio celebra crisma de 108 jovens e adultos

Na noite do último sábado (22/07), a Paróquia Santo Antônio situada no setor Avenida Brasil, zona Oeste de Manaus, realizou a Celebração do Crisma de 108 jovens e adultos que receberam o sacramento das mãos de Dom José Albuquerque, bispo auxiliar de Manaus. Dentre os crismandos das seis comunidades eclesiais que compõem a Paróquia, 50 deles eram jovens e 58 adultos. A preparação dos jovens foi durante dois anos e dos adultos em 1 ano.

Padre Evanir Rosa, pároco de Santo Antônio, fala da missão que os jovens e adultos deveram assumir após o Crisma, “Estar nessa disposição, essa motivação primeira de seguir a Jesus Cristo ao qual aprenderam a amar durante esse período de conhecimento da fé da pessoa de Jesus Cristo. Assim motivados, esperamos que eles sejam perseverantes naquilo que vão responder hoje, que querem seguir a Cristo Jesus confirmando a sua fé, isto basta”, disse o pároco.

O bispo auxiliar de Manaus, Dom José Albuquerque, destacou ainda que a pastoral catequética em todas as Paróquias e Áreas Missionárias da Arquidiocese de Manaus tem trabalhando de forma muito bonita com os catequisandos por meio do IVC – Iniciação a Vida Cristã. “Os catequistas juntamente com os párocos, as pastorais e as comunidades, valorizam muito este momento da confirmação do batismo que completa a iniciação cristã de uma pessoa que pertence a igreja, que quer ser de Cristo, quer ser testemunho de Jesus no mundo. Então é bonito perceber que as celebrações são muito bem preparadas nas paróquias e comunidades. Aqui na paróquia de Santo Antônio a exemplo de outros anos, um grupo numeroso se preparou e celebrou neste sábado, 22 de Julho. Estes jovens e adultos quando recebem o Crisma passam a participar mais e melhor na vida da igreja”, afirmou o bispo.

Por duas vezes, durante a celebração Dom José convidou os catequistas á se fazerem presente no altar. A primeira vez ele os apresentou á toda comunidade, estes que são os grandes responsáveis por todos os ensinamentos que os crismandos receberam durante a formação catequética. Na segunda vez, Dom José pediu a assembleia uma salva de palmas aos catequistas pelo trabalho realizado junto aos crismandos. Ao final da celebração, os jovens e adultos seguiram para suas comunidades onde foram realizadas as homenagens e uma partilha entre os catequistas, crismados e familiares.

 



Por: Rafaella Moura



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz