Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Paróquia N. Sra. Consoladora dos Aflitos celebra um ano de ordenação episcopal de Dom José

A Paroquia Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, localizada no bairro do Betânia – zona sul, celebrou na noite desta segunda-feira, (19/06) o encerramento do novenário em homenagem à padroeira, na ocasião, também foi realizada uma santa missa em ação de graças por um ano de ordenação episcopal de Dom José Albuquerque, bispo auxiliar de Manaus, que presidiu a celebração ao lado do pároco, Pe. Thiago Barbosa. A celebração contou com a participação de familiares e amigos do bispo, além de vários paroquianos que vieram prestigiar e parabenizar Dom José, que é fruto da comunidade e motivo de muita alegria para toda a paróquia, onde cresceu e participou durante sua juventude.

Segundo Rosa Maria, vice coordenadora dos Ministros do Setor Maria Mãe da Igreja, ao longo do novenário, vários sacerdotes compareceram para celebrar junto a comunidade e a cada dia um trecho da Salve Rainha era escolhido como tema. “Durante o novenário foi refletido um tema com base na Salve Rainha e cada dia nós tivemos a participação de um padre convidado pertencente ao nosso Setor e hoje nós temos o privilégio de contar com a presença de Dom José e amanha, no dia da nossa padroeira, Dom Tadeu. Para nós hoje é uma grande honra, finalizar o novenário comemorando com Dom José seu primeiro ano como bispo auxiliar, ele que morou no bairro e atuou durante muitos anos em nossa paróquia, sendo um grande orgulho para todos nós”, comentou emocionada.

Durante o novenário, a cada dia uma pastoral ficou responsável pela acolhida e organização, cabendo à catequese ficar ao encargo do ultimo dia. “Quando soubemos que na noite da catequese o celebrante seria o bispo, nós ficamos muito contente, pois ele é o nosso catequista maior, catequista por execelencia. Então, nos organizamos para comemorar hoje o aniversário de ordenação episcopal e natalício (ocorrido no ultimo dia 17), pois existem datas que não se pode esquecer e quando se diz respeito a uma vocação, é muito importante se fazer memória, principalmente como atitude de ação de graças pelo dom recebido, fazendo da sua vida um sacramento intenso e se tornado para nós, um pastor responsável por tantas ovelhas”, disse Cleupe Freire, coordenadora da catequese.

Em seguida, Dom José recebeu das mãos de alguns catequistas, alguns presentes em nome de toda a comunidade, que no fim da celebração fez a tradicional fila para dar um abraço no bispo que, em retribuição ao carinho de todos, distribuiu um singela lembrança aos paroquianos. “É sempre muito bom vir aqui e ver nossa igreja tão bonita, e o que faz essa alegria são as pessoas que trabalham nela, obrigado pelas palavras e pelo carinho de todos e parabéns aos catequistas, à equipe de liturgia e a todos que realizaram com muito zelo e dedicação essa celebração”, comentou Dom José.

Não combater o mal com o mal

Essa foi a mensagem principal salientada por Dom José durante sua homilia embasada no evangelho do dia (Mt 5, 38-42). “Nós não podemos viver como se vivia antes da vinda de Jesus, seguindo a lei do olho por olho, dente por dente. Se quisermos vencer o mal, temos que fazer sempre o bem, sabemos que a paz, humanamente falando nem sempre é fácil, mas os ensinamentos de Jesus é fazer o bem e praticar o amor com a força do Espírito Santo”, disse o bispo



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz