Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Paróquia e escola estadual realizam colóquio sobre problemáticas cotidianas para alunos da rede pública

Ocorreu na manhã do dia 7 de junho, no Colégio Brasileiro Pedro Silvestre, no Centro de Manaus, aconteceu o primeiro Colóquio Cultura e Sociedade, que tratou o tema “Situações de Fronteira Social e Protagonismo Cidadão”. O evento ocorreu através da parceria entre o Colégio e a Paróquia São Sebastião e São Francisco de Assis, e contou com a presença de organismos da Igreja Católica como a Rede Um Grito Pela Vida e Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam).

A iniciativa é pioneira na Região Norte do país e visa abordar temas polêmicos e atuais direcionados a estudantes da rede pública do Amazonas e pretende promover espaços de discussão e reflexão dentro das escolas acerca de problemáticas que afligem diretamente o cotidiano de nossa cidade, diante da consciência de que a educação se constrói de modo crítico e cooperativo.

 

Frei Paulo Xavier, pároco na Paróquia São Sebastião e São Francisco de Assis, localizada no Setor Centro Histórico da Arquidiocese de Manaus, afirmou que esta proposta é fruto do que o Papa Francisco propõe de que sejamos uma Igreja em saída e também da necessidade de se dialogar com a sociedade temas pertinentes ligados aos cotidiano.

“Nós entramos nesse projeto via escola porque acreditamos que este espaço é muito bonito para a gente poder discutir, conversar e propor temas relacionados como as questões da migração, do tráfico de pessoas e da ecologia, pois o Papa nos chama, na Laudato Si, para o cuidado com a casa comum. Enfim, diante de toda essa realidade, não dá para a gente ficar de costas para o que acontece. O mínimo que nós devemos fazer é articular as várias forças que nós temos para socializar o nosso conhecimento e poder formar multiplicadores.  Hoje sairão muitos multiplicadores daqui, pois os alunos vão falar para as suas famílias, vizinhos e amigos, tornando essa rede grande e que vai nos dando sustentação para dinamizar o que queremos, que é a felicidade das pessoas e o mundo novo.  A Igreja está em saída e sabendo para onde vai, com algumas pistas e elementos concretos para fazer a nossa missão com qualidade, amor, respeito e testemunho cristão”, explicou frei Paulo.

Sérgio Roberto Reis, professor e representante do Centro de Educação Ágape, parceira no projeto, afirmou que a instituição aceitou participar dessa iniciativa por considerar importante que a educação seja valorizada e que essa temática que a Arquidiocese está trazendo para o conhecimento de alunos seja bem discutida, aprofundada e socializada. “Esses três temas que o colóquio trouxe para o momento (migrações, tráfico humano e ecologia) são extremamente atuais e precisam ter mais ênfase na nossa sociedade e precisamos alertar as pessoas para essa realidade tão ameaçada por essas questões. O público-alvo foram os representantes e vice-representantes de turma da escola, estudantes de faculdade e professores, para que sejam multiplicadores do aprendizado e das vivências colocadas no evento”, destacou o professor Sérgio.

 

Em breve, mais informações.

Confira o registro fotográfico do evento.

 

 



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz