Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Rede Um Grito Pela Vida e Pastoral do Menor realizam ação preparatório para o “Faça Bonito”

O Santuário Nossa Senhora Aparecida foi o local escolhido nesta terça-feira (16/05) pela Rede Um Grito Pela Vida em parceria com a Pastoral do Menor, fazerem uma mobilização preparatória para este próximo dia 18, quando acontecerá, a partir das 15h na Praça do Congresso, o “Faça Bonito”, um evento que faz parte do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes com o tema: “Esquecer é permitir, Lembrar é combater”.

Segundo a Irmã Valmi Bohn, coordenadora do Rede núcleo Manaus, o foco é alertar aos pais e/ou responsáveis sobre o abuso, a violência, a exploração e o tráfico de pessoas, sobretudo com crianças e adolescentes. “O nosso papel aqui é fazer esse alerta, essa preparação para a grande mobilização nacional que teremos nesse próximo dia 18 e, junto com essa nossa ação, está havendo desde semana passada essa preparação em algumas escolas da zona norte e leste, em grupos de mães e até no shopping Sumaúma ja foi realizado no ultimo dia 11”, comentou a irmã.

Durante a ação realizada na área externa do santuário de Aparecida, foi distribuído folders, realizado panfletagem, feito denuncias, exposição de vídeos informativos e contou até com a divulgação feita pelos padres no decorrer das novenas do dia todo. “Nós não podemos perder nossos filhos para esse tipo de situação e nós sabemos que Manaus está na rota internacional não só do tráfico de drogas, mas também do tráfico de pessoas. Cabe então para nós uma responsabilidade a mais, de ficarmos atentos a nossas crianças”, disse o Pe. Inácio Raposo, pároco e reitor do Santuário.

E o convite realizado pelo pároco de conhecer um pouco mais sobre as atividades realizadas pela Rede e suas parceiras, para proteger e orientar sobre  a questão do tráfico de pessoas, realmente surtiu efeito, pois a cada novena que terminava, os participantes aproveitavam para dar uma passada no “estande” e pegar mais algumas informações. “A gente pensa que não, porque essas informações as vezes não são divulgadas abertamente pela mídia, mas sabemos que o tráfico humano existe e esse trabalho que esta sendo realizado é de extrema importância e estão de parabéns”, comentou Leonice Miranda, do bairro de Petrópolis.

Para Ana Maria Santos, coordenadora da Pastoral do Menor a nível de Arquidiocese, a pastoral sempre atua onde tem criança com direito violado, por isso é importante realizar a parceria com a Rede Um Grito Pela Vida. “Nosso principal objetivo são as crianças, por isso a pastoral do menor tem a responsabilidade de questionar e mostrar onde a ação do poder público do Estado tem que agir, principalmente no sentido de moradia, educação e os perigos que existem ao redor, como a questão do tráfico de drogas e de pessoas. Aí entra nosso trabalho em parceria a Redes no sentido de denunciar, informar, sensibilizar, mostrando a importância de realizar este trabalho juntos”, explicou.

 

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz