Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Arcebispo dá posse a novo pároco da Paróquia São Sebastião e Francisco de Assis

A comunidade católica da Paróquia São Sebastião, Mártir, e São Francisco de Assis, localizada no Setor Centro Histórico da Arquidiocese de Manaus, esteve reunida na missa das 18h30, do último domingo (23/4), para participar da solenidade em que o arcebispo de Manaus, Dom Sergio Castriani, deu posse do seu novo pároco, Frei Paulo Xavier, que terá o auxílio do vigário Frei Germano Hernani. Concelebrou a missa o bispo da Diocese do Alto Solimões, Dom Adolfo Zon Pereira  e  os demais frades capuchinhos que marcaram presença no evento. Estiveram presentes concelebrando a missa Frei Carlo Maria, o custódio dos Frades Menores Capuchinhos do Amazonas e Roraima; Frei Paolo Maria Braghini; Frei Sebastião Fernandes; Frei Fulgêncio Monacelli; Frei Moacir Busarello e Padre Elias.

A Paróquia está aos cuidados da congregação Ordem Frades Menores Capuchinhos e esta designou os freis Paulo (pároco) e Germano (vigário) para cuidar desta Igreja.

Dom Sergio, durante a homilia, afirmou que a missão da Igreja é ser lugar de reconciliação e paz, que todos os homens e mulheres devem ser pessoas de perdão.  Disse ainda que a Paróquia São Sebastião e São Francisco de Assis é especial, pois além de ser central e acolher todos que chegam, ela é missionária pois está aos cuidados de uma congregação missionária e um lugar de reconciliação e de oração pois muita gente ainda vai até ela se confessar e ficar em adoração.

Após a homilia houve o rito de posse em que Frei Paulo, diante do arcebispo, renovou as promessas sacerdotais. Em seguida,  Dom Sergio entregou a ele três símbolos do serviço sacerdotal: a estola, a chave do sacrário e a Palavra de Deus. “A estola identifica o padre como o homem da eucaristia, da reconciliação e da unção dos enfermos, sacramentos exclusivos do sacerdote;  o padre é o guardião do Corpo de Cristo, por isso ele é o responsável pela chave do sacrário e também é o responsável por anunciar a Palavra de Deus e por isso é o portador das sagradas escrituras”, afirmou o arcebispo.

Frei Braghini ficou encarregado de ler a provisão e ata de posse do pároco da Paróquia São Sebastião e São Francisco de Assis.   Ao final, Frei Carlo, o custódio dos frades,  agradeceu a presença de Dom Sérgio e Dom Adolfo e afirmou que Frei Paulo é o 13. pároco desta Paróquia e tem a certeza que Frei Paulo Xavier continuará o trabalho dos 12 párocos que já passaram por lá, desde 1912, estimulando entre os fiéis que participam e os que estiverem de passagem o perdão, a oração e a caridade. 

Os paroquianos deixaram uma mensagem de acolhida, lida por Rodrigo Jaques, desejando que ele viva os ensinamentos de Cristo, propagando o amor fraterno e promovendo a partilha dentro da comunidade,  sendo mensageiro da boa nova, alimentando a fé dos que frequentam a paróquia e sendo presença viva de Jesus na Eucaristia. Que deixe transparecer em seu olhar o brilho de Jesus, para que todos que o virem, vejam nele o reflexo de Jesus e suas mãos ungidas derramem bênçãos sobre os paroquianos. Finalizou afirmando que ele pode contar com a colaboração dos grupos, movimentos, comunidades e paroquianos para o que for necessário. 

O bispo da Diocese do Alto Solimões, Dom Adolfo Zon Pereira, ao tomar a palavra, afirmou que Frei Paulo Xavier fez um ótimo trabalho nas paróquias por onde passou.  Agradeceu a Frei Paulo pelos 7 anos que foi pároco no município de  Benjamin Constant e desejou que continue a manifestar seu carinho e paixão pelo povo e as causas assistenciais que o papa ​tem em seu coração, além de continuar dando o apoio à rede que luta contra o trafico de pessoas e exploração de crianças e adolescentes e além de animar a Pastoral da Cidadania, como fez enquanto esteve atuando na Diocese do Alto Solimões.  Que possa atuar em Manaus com o mesmo afinco, deixando-se conduzir pela ação do Espírito Santo. 

Em seu agradecimento, o novo pároco afirmou que em Amaturá, no Alto Solimões, foi onde nasceu, no ano de 1963, e foi o local onde exerceu seu primeiro serviço de pároco, mas foi em Manaus que foi ordenado sacerdote e hoje assume a paróquia São Sebastião, depois de 25 anos de vida sacerdotal. “Na certeza da Palavra de Deus que diz não nos abandona, está presente e nos anima, eu peço a vocês que rezem por mim. Esse serviço só vai pra frente se todos nós estivermos em oração”, finalizou Frei Paulo Xavier.

 





Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz