Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Acrítica – Famílias tradicionais de Manaus celebram o amor e a caridade na Páscoa

Nas tradicionais famílias católicas, o domingo de Páscoa é um dia destinado ao agradecimento, oração e um momento de união entre os próximos para compartilhar a memória do Cristo ressuscitado.

A páscoa comemorada no dia de hoje é uma festividade religiosa onde os cristãos católicos celebram a ressurreição de Jesus. Nas tradicionais famílias católicas, o domingo de páscoa é um dia destinado ao agradecimento, oração e um momento de união entre os próximos para compartilhar a memória do Cristo ressuscitado. 

Logo após a ladeira da rua Ferreira Pena, bem no centro da cidade, há em frente a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, uma família que mais de 50 anos vivencia esse momento juntos e unidos. Quem nos representa nessa família é a administradora, Salete Oliveira Lima, 59. Mãe de duas filhas e recente vovó do João Pedro Lima, ela hoje passa todos os ensinamento obtidos dos pais para família. 

Salete é uma dos sete filhos do casal de Deusa Silva de Oliveira e Raimundo Barbosa de Oliveira, ambos falecidos, mas que deixaram para geração o ensinamento de vida no meio da comunidade católica no qual sempre fizeram parte. “Quando éramos criança, a paróquia era uma pequena capelinha, mas foi com base nos ensinamentos adquiridos neste local e convivendo em comunidade fomos criados. Neste período de semana santa, aprendemos a viver e participar todos juntos dos momentos no qual a igreja celebra e vive. São celebrações importantes onde se relembra todos os passos de Jesus”, contou.

Nossa família, mesmo pecadora, tenta fazer memória deste Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição com todos os esforços q nos é peculiar, dentro e fora de casa, em família ou em comunidade, pois assim fomos formados pela fé dos nossos antepassados. Afinal, a páscoa é o maior testemunho do amor de Deus para cada um de nós, é o ápice, o cume, o limiar para todo cristão que crer verdadeiramente”, comentou a administradora.

Depois do almoço e agradecimento em família, a família de Salete se prepara para celebrar da ressurreição. “Em nossa comunidade a celebração de páscoa sempre ocorre após das 18h. Por causa disso, passamos o domingo reunidos para viver a páscoa. Rezamos e agradecemos a Deus por mais uma semana santa vivida com fé e amor. A noite vamos para igreja onde crescemos e continuamos a educar a nossa geração. Não há páscoa sem missa, não há semana santa sem esse envolvimento”, disse.

Páscoa é mémoria

O arcebispo de Manaus, dom Sérgio Castriani explica que a páscoa é a memória da morte e ressurreição de Jesus, mas um momento de reflexão para todo povo cristão. “Muitos precisam de vida e ressurreição, e é neste momento de reflexão que muitos conseguem encontrar essa oportunidade”, disse.

Para Castriani a páscoa é vida, um momento de renovação e até reconciliação.“Este é o momento alto da vida de Jesus Cristo, é um dos maiores mistérios narrados nos capítulos dos evangelhos, a paixão, morte e ressurreição. Então, precisamos viver intensamente este momento de doação e principalmente celebrar a Páscoa do Senhor, contemplar. Sem dúvida, é nessa época que mais que obrigação somos chamados a conversão e reconciliação”, explicou Castriani

Matéria publicada no dia 16 de Abril, confira no link: http://www.acritica.com/channels/manaus/news/hoje-e-pascoa

 



Por: Arthur Amorim

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz