Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom Sergio realiza o tradicional “Lava-pés” na Missa da Ceia do Senhor

Na noite desta quinta-feira (14/04), foi realizada a tradicional missa do lava-pés onde também se faz memória à Última Ceia, quando Jesus, na noite em que foi traído, ofereceu ao Pai o Seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou aos apóstolos para que os tomassem, mandando-os também oferecer aos seus sucessores. A celebração, que marca o início do Tríduo Pascal, começou as 18h na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição (Igreja da Matriz), sendo presidida por Dom Sergio Castriani, Arcebispo Metropolitano de Manaus, concelebrada com o padre Hudson Ribeiro, pároco da Catedral.

A celebração começou com a procissão de entrada, tendo à frente as 12 pessoas que teriam seus pés lavados pelo Arcebispo que os acompanhava vindo logo atrás. Dessa vez, os escolhidos para participar do rito do lava-pés, que é o exemplo de serviço e doação que Jesus nos deixou, foram os próprios funcionários da Catedral, como forma de reconhecimento por todo trabalho realizado dentro e fora da igreja. “A ideia veio do próprio padre Hudson, pois como ele mesmo fala, nós somos os que chegamos primeiro e saímos por último e estamos aqui todo dia dando nossa contribuição com tanto amor, então porque não os que servem serem servidos hoje”, explicou Sheila Noronha, secretária paroquial.

Durante sua homilia, Dom Sergio falou baseado nas próprias palavras do evangelho segundo São João e explicou o significado desse gesto que Jesus fez logo após instituir a eucaristia na última ceia e que até hoje vem sendo reproduzido na época da Páscoa. “Eucaristia é fruto do amor e nós acreditamos que Deus é pão e se fez alimento para deixar registrado a sua presença no meio de nós. Mas a instituição da eucaristia vem acompanhada de outro gesto, o lava-pés que significa que Jesus veio para servir e não ser servido, eucaristia é o pão e lava-pés é serviço! dois sinais da presença de Jesus, do amor divino, do amor que morreu aos pés da cruz por nós”, comentou Dom Sergio antes de começar o rito de lava-pés nos escolhidos.

E não há dúvida que foi o momento mais marcante e emocionante de toda a celebração, não só para os funcionários que tiveram seus pés lavados, enxugados e beijados pelo Arcebispo, mas também para toda a assembleia que acompanhava atentamente ao rito. “Eu tive que me segurar para não chorar de tanta emoção porque ver retratado o que Cristo fez e eu participar desse momento tendo os pés lavado por Dom Sergio, representa simplesmente o reconhecimento por tudo que a gente faz com tanto carinho pela igreja. Não tenho nem palavras para explicar esse momento tão bonito e que será inesquecível”, disse Sheila

Para o Pe. Hudson, o ápice da semana santa, que iniciou com o Domingo de Ramos, começa com o tríduo pascal, passando pela Via Sacra, Vigília Pascal e a celebração da ressurreição de Cristo no domingo da páscoa, onde todo cristão deve viver esses momentos para meditar e repensar a própria vida. “Hoje pela manhã, realizamos a missa do Crisma e a benção dos Santos Óleos. Agora a noite, celebramos a instituição da Santa Ceia do Senhor e realizamos o rito do lava pés, compreendemos que na eucaristia recebemos o grande mandamento do Senhor, que a gente se ame como ele nos amou e isso nos mostra que o verdadeiro amor deve se transformar em gestos concretos por meio do serviço. Enfim, teremos uma vasta programação para que o cristão não transforme esses dias num grande feriadão e sim seja um sinal de ressurreição para todas as pessoas que estão aí, à margem da sociedade e desprovidas de direitos”, disse o pároco.

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz