Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Santuário N.S. de Fátima celebra ordenação diaconal de Eliton Pagnussatto

O Santuário de Nossa Senhora de Fátima (situado no coração da praça 14), acolheu de forma calorosa, os familiares e amigos de Eliton Pagnussato, que na noite deste último sábado (11/3), foi ordenado diácono transitório da Arquidiocese de Manaus, em uma celebração presidida por Dom Elói Roggia, bispo da prelazia de Borba que concelebrou com Dom Sergio Castriani, Arcebispo Metropolitano de Manaus; Dom Darío Campos, bispo de Cachoeira do Itapemirim; Dom Edson Damaino, bispo de São Gabriel da Cachoeira e João Aparecido Bergamasco, pároco da igreja. Também estiveram presente outros padres da Arquidiocese de Manaus e da Família Palotina, que vieram até de outros estados prestigiar a ordenação do neo diácono. Juntos com religiosos, estiveram os leigos da comunidade que lotaram a igreja, realizando uma bela e emocionante celebração.

Logo no início da celebração foi lido um breve histórico da vida do candidato ao diaconato que nas no dia 6 de junho de 1988 em Coronel Vivida (PR), onde fez seus primeiros estudos até a oitava série. Vindo de uma família sempre muito ativa e participante na Igreja, Eliton é o primogênito dos três filhos de Ivo e Verginia Pagnussatto. Desde jovem, ele e a sua irmã Ericeli, religiosa da Congregação das Irmãs do Apostolado Católico, sempre participaram de encontros vocacionais a convite do promotor Vocacional dos Padres Palotinos até que, no ano de 2003, entrou para p seminário menor Rainha dos Apóstolos em Vale Vêneto (RS). Em 2006 iniciou o postulado em Palotina (PR), no ano seguinte começou seus estudos filosóficos na Faculdade Palotina (Fapas). Em 2009 fez o período introdutório/noviciado na cidade de Cascavel (PR) e, em 2011 fez sua primeira consagração na Sociedade do Apostolado Católico dos Padres e Irmãos Palotinos.

Em 2012 iniciou os estudos teológicos e concluiu o mesmo em 2015. Neste último ano, Eliton realizou seu estágio pastoral no Santuário de Nossa Senhora de Fátima e, no dia 5 de janeiro deste ano fez sua Profissão Perpétua na Comunidade dos padres e irmãos Palotinos. “Fiz o meu estágio pastoral nesta paróquia e nada melhor de receber minha ordenação diaconal junto com os irmãos que fiz por aqui. Foi um momento muito esperado e resultado de uma caminhada de 14 anos de muito estudo e preparação, estou muito feliz e só tenho a agradecer todo carinho e a presença das pessoas dessa comunidade”, disse Eliton que, durante toda a celebração manteve um tom muito sereno e concentrado, ao lado do seu pai e da sua irmã. “É uma sensação maravilhosa termos um segundo filho religioso e ver que ele segue a vocação que tem desde pequeno nos deixa muto felizes”, comentou o senhor Ivo todo orgulhoso do filho.

Após a bonita procissão de entrada e da leitura do histórico, a celebração seguiu normalmente. Logo depois da aclamação do Evangelho, o Pe. Mércio Cauduro, membro do Conselho Provincial dos Padres e Irmãos Palotinos, apresentou o candidato à Dom Elói para iniciar o rito de ordenação diaconal que começa após a homilia e é marcado pela prostração do candidato; oração consagratória de ordenação, realizada com a imposição de mãos do bispo; entrega das vestes diaconais, realizada pelos membros da família; entrega do livro do Evangelho; e a acolhida no presbitério, com o ósculo (abraço) da paz, gesto com o qual Dom Eloi, Dom Sergio, os demais bispos e o clero presente acolheram o novo diácono. “Agora é hora de descermos a montanha e anunciarmos esse Evangelho de Jesus que habita nossos corações”, disse Eliton ao fim de seu discurso de agradecimento.

 

 



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz