Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Edith Stein é tema de Simpósio Amazônico promovido pelo Seminário São José

Entre os dias 8 e 10 de março, foi realizado no auditório da Faculdade Salesiana Dom Bosco, situada na Av. Epaminondas, 57 – centro, o Simpósio Amazônico sobre Edith Stein, uma filósofa alemã de origem judaica, que se converteu ao cristianismo na época da segunda guerra mundial e que morreu no campo de concentração de Auschwitz e que foi canonizada pelo Papa João Paulo II em 1998.

O evento foi promovido pelo Seminário São José e tem como objetivo suscitar a reflexão sobre a Antropologia Personalista sob a perspectiva de Edith Stein, levantando suas contribuições para o cenário antropológico da Amazônia. Segundo a equipe de coordenação do evento, cerca de 150 pessoas estiveram presente em cada dia do encontro, que teve como público-alvo, seminaristas, padres, irmãs religiosas e acadêmicos de diversos cursos como: filosofia, letras, ciência da religião, serviço social e outros, provenientes de sete faculdades que estiveram presentes para conhecer um pouco mais da vida e da obra dessa filósofa santa.

Durante o evento também houve o momento para a realização de salas temáticas, onde os alunos puderam escolher o tema, entre eles: Síntese filosófico-teológica da pessoa humana em Edith Stein: Conceitos Aplicados à Amazônia, ministrado pela profa.Pós Dra. Márcia Maria de Oliveira. O humano em Edith Stein: Liberdade, responsabilidade e intencionalidade, ministrado pelo Prof. Dr. Ricardo Gonçalves Castro e Universo Simbólico da Amazônia, com o Prof. Msc. Edeney Barroso Salvador.

Após o momento das salas temáticas, todos os participantes se dirigiram de volta ao auditório onde foi realizado o debate e socialização entre os palestrantes e todos os presentes. “Ela foi uma pessoa que compreendeu o ser humano em todas as suas formas e sentimentos, apesar de pouco falada foi uma pessoa a frente de sua época e que realmente merece ter um simpósio em seu nome para poder estudar melhor a sua obra“ disse Débora Cândida, estudante de Letras da Faculdade Nilton Lins.



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz