Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Missionários participam de apresentação da cultural no santuário N.S. da Amazônia

Cerca de 30 missionários do curso Realidade Amazônica, promovido pelo Instituto de Teologia, Pastoral e Ensino Superior da Amazônia (Itepes), participaram na tarde do dia 22 de fevereiro, de uma apresentação cultural realizada pelo grupo Gaponga, do músico e poeta Celdo Braga, no Santuário Nossa Senhora da Amazônia, localizada à Rua Cerina Souto, 357, Itapurunga IV – Conjunto Alpha Ville – Ponta Negra – Setor Alvorada.

Encantados, os presentes acompanharam cada explicação de algumas riquezas da amazônia que faz parte do trabalho que o grupo faz, pois seus instrumentos musicais são feitos com o que vem da natureza (sementes, cuia, madeira, dentre outros), e as belíssimas músicas com sons da natureza e cantadas ao vivo. Na ocasião eles apresentadaram os CDs de músicas do grupo Imbauba e Gaponga (apenas para as apresentações na liturgia), e o livro “Nossa Senhora da Amazônia – Símbolos Litúrgicos”, escrito por Celdo Braga, que apresenta cada detalhe do santuário descrito em poemas.

Pe. Reneu Stefanello contou a história do projeto Nossa Senhora da Amazônia, que inclui a construção da igreja e criação da área missionária, e ainda destacou cada detalhe dos objetos litúrgicos com motivos amazônicos talhados em madeira pelo artesão Haroldo Cavalvante.

O arcebispo Dom Sérgio acompanhou tudo e também ficou maravilhado com a qualidade do trabalho do grupo Gaponga, afirmando que a sensibilidade do artista e poeta é fundamental para cultura e eles contribuíram muito com o projeto deste santuário em meio a natureza que tem vida e espiritualidade peculiar. “Quem chega ao Santuário de Nossa Senhora da Amazônia se encanta com a beleza que brota da integração do ambiente do culto com a natureza que o envolve e não deixa o crente esquecer que está no coração da floresta. As imagens e objetos sagrados são obras de artesãos regionais e foram concebidos e executados a partir da fé que encarna na cultura, e querem ajudar os que ali chegam em busca da graça sacramental a voltar o coração e mente para a Trindade que tudo criou e tudo sustenta”, destacou Dom Sérgio.

No encerramento, o grupo entoou o hino à Nossa Senhora da Amazônia e Dom Sérgio deu a benção aos presentes.

 

 

 

     



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz