Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom Sérgio palestra sobre sua experiência missionária na região amazônica durante curso no Itepes

Durante o período de 04 a 24 de fevereiro, estará acontecendo no Instituto de Teologia, Pastoral e Ensino Superior da Amazônia (Itepes), o curso sobre a Realidade Amazônica em Manaus com os novos missionários vindos dos diversos países para atuarem pastoralmente na Amazônia, com desejo de contribuir na caminhada da Igreja local. Na tarde desta quinta-feira (16/02), o grande palestrante foi o Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, que falou um pouco da sua experiência como missionário, o percurso que percorreu nas comunidades interioranas e da sua experiência vivida durante sua caminha religiosa, mesmo antes de se tornar arcebispo.

“O missionário que chega num lugar, tem que saber que ali já tem uma história, não vai inventar a igreja e sim dar sua contribuição com a cultura e os costumes locais. Esse curso tem essa finalidade, fazer uma introdução e apresentar a história e a cultura amazônica ao missionário que chega, além disso, também tem o objetivo de gerar um momento de troca de experiências, de comunhão e fraternidade entre os missionários de diversas partes do mundo que se encontram”, comentou Dom Sérgio a respeito do curso, durante o qual além de partilhar sua vivência na caminhada religiosa, ainda respondeu, algumas vezes de forma até emocionada, às perguntas dos participantes sobre sua experiência missionária desde a chegada na região amazônica.

Diácono Francisco, secretário executivo do Regional Norte 1, também estava presente complementando as informações e, junto à Dom Sérgio, respondeu às perguntas dos participantes. “É um grande prazer contribuir com esse curso, onde nós iniciamos o nosso momento mostrando algumas imagens, fotos de comunidades ribeirinhas, atividades pastorais e encontros de missionários que aconteceram e na sequencia fizemos as leituras sobre alguns textos feitos por Dom Sérgio a respeito da experiência dele vivida ao longo desses anos na região, contando como era a atuação dos missionários e dos leigos locais, contanto todo o processo de formação e atuação deles. No segundo momento, abrimos espaço para responder as perguntas e tirar dúvidas dos participantes a respeito de alguma questão”, disse o diácono.

Segundo Irmã Jandira Piasson, uma das coordenadoras do curso, que não escondia a alegria pela presença do arcebispo, o curso conta com cerca de 30 participantes, entre eles sacerdotes, religiosas (os), e leigas (os) vindos das mais diversas congregações e de vários países como: Espanha, Suíça, Vietnã, Ucrânia, Paraguai, Uruguai, Itália, México e outros estados do Brasil. “São 20 dias de encontro, onde vamos contextualizar a questão sócio política econômica e religiosa da região. Na programação do curso também está incluída as atividades externas, onde vamos conhecer algumas comunidades ribeirinhas e na semana passada já visitamos a Colônia Antônio Aleixo para conhecer o trabalho realizado com os irmãos com hanseníase e hoje pela manhã visitamos o museu do seringal. O intuito do curso é conhecer um pouco mais da realidade e no fim cada missionário irá atuar na sua região”, comentou a irmã



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz