Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Arcebispo consagra novo altar da capela do Colégio Santa Dorotéia

Na manhã da última segunda-feira (19/12), Dom Sérgio realizou a consagração do altar da capela do Colégio Santa Doroteia que passou por uma recente reforma e colocou um altar fixo de pedra mármore. Concelebraram o bispo auxiliar Dom Tadeu e o capelão do colégio, Pe. Marco Antônio.  Participaram desse momento as irmãs doroteias, colaboradores e professores do colégio.

Antes do rito, Dom Sérgio explicou o sentido desta consagração. Afirmou que este é o altar deve ser de pedra, imovível, pois ali se faz a renovação da aliança de Deus com o seu povo, da Eucaristia onde se faz o sacrifício de Jesus, é o próprio Cristo. “O altar é lugar de sacrifício, é sinal da aliança, tem que ser de pedra, irremovível, um lugar sagrado. O altar simboliza a aliança de Deus com seu povo, lugar de oferenda, da renovação da aliança. Este altar é Cristo, Ele é o sacerdote, o altar e a oferenda. Por esse motivo isso o altar deve ser ungido e consagrado”, afirmou Dom Sérgio.

Em seguida, os presentes cantaram a ladainha de todos os santo em unidade com os santos e santas que nos precedem no céu.  O rito seguiu com a unção, a incensação, o revestimento (toalha) e a iluminação do altar (velas).

Segundo Irmã Ildes Lobo, diretora do Colégio Santa Doroteia,  este foi um momento importante, pois é um sonho que se realiza e esta reforma tornou a capela um lugar mais propício à oração e à celebração das missas.  “A gente trabalhou bastante para fazer a troca do altar. Quero agradecer a Deus pela realização de poder restaurar a nossa capela e deixá-la mais propícia para as celebrações e o ambiente mais favorável para a oração. Agradeço Dom Sérgio pela disponibilidade em vir fazer a consagração do novo altar”, afirmou Irmã Ildes.

 

Sobre o rito de unção do altar

Pela unção do Crisma o altar torna-se o símbolo de Cristo, que é o Ungido, constituído por Deus a ser o Sumo Sacerdote, para que oferecesse no altar o seu Corpo, o sacrifício da vida pela salvação de todos.

O incenso é queimado sobre o altar para significar  o sacrifício de Cristo, que aí se perpetua de maneira sacramental, sobe para Deus em odor de suavidade; mas também para exprimir que as orações dos fiéis sobem até ao trono de Deus,por Ele aceites e a Ele agradáveis.

O revestimento do altar indica que o altar cristão é a para o Sacrifício Eucarístico e a mesa do Senhor, em volta da qual os sacerdotes celebram o Memorial da morte e ressurreição de Cristo.

A iluminação do altar faz recordar que Cristo é Luz para se revelar às nações.

 

montagem_-consagracao-altar-_-col-santa-doroteia



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz