Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Novo bispo auxiliar de Manaus é ordenado em Campo Grande – Mato Grosso do Sul

No dia de Nossa Senhora de Guadalupe, 12 de dezembro, aconteceu a ordenação episcopal do monsenhor Edmilson Tadeu Canavarros, novo bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus e o primeiro bispo natural de Mato Grosso do Sul. A celebração realizada no Ginásio Poliesportivo Dom Bosco, em Campo Grande, foi presidida pelo arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Eduardo Castriani, concelebrada pelo arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, e pelo bispo de Corumbá, Dom Segismundo Martinez Alvarez, com a presença de outros bispos e presbíteros, religiosos e religiosas, salesianos de Dom Bosco e  familiares de Dom Edmilson Tadeu.

Dom Edmilson Tadeu Canavarros foi nomeado bispo auxiliar na Arquidiocese de Manaus, pelo Papa Francisco no dia 12 de outubro e no dia 18 de dezembro será acolhido com missa solene na Catedral Metropolitana de Manaus – Nossa Senhora da Conceição por toda a comunidade católica local. Antes de embarcar para Manaus vai celebrar a sua primeira missa como bispo em Campo Grande, nesta quarta-feira (14), na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, quando deve despedir-se de seus paroquianos e amigos.

“É com muita gratidão que recebemos entre nós o novo bispo. Gratidão a Deus, a sua família, a sua congregação religiosa, a sua Igreja de origem, a Arquidiocese de Campo Grande. Fica evidente que Dom Tadeu quer viver o seu ministério numa perspectiva mariana. Em primeiro lugar colocando-se sob sua proteção Maria Auxiliadora, que com certeza estará sempre ao seu lado, sobretudo nas horas difíceis. Na meditação dos mistérios da salvação em que Maria esteve presente e a oração pelo povo levam o bispo a encontrar a felicidade prometida aos que andam na Lei do Senhor e trilham seus caminhos. Grande parte do nosso ministério é visitar as pessoas, as comunidades, as instituições eclesiais ou não. Também somos visitados e chamados a exercer o ministério da escuta”, afirmou o arcebispo de Manaus.

“Nestes tempos, como em todos os tempos necessitamos de cristãos e de bispos que anunciem e testemunhem a alegria do Evangelho, que não permitam que a esperança do povo seja roubada, que acreditem na vida comunitária, que sejam missionários, constantemente em saída para as periferias geográficas e existenciais. Dom Tadeu que os seu desejo de restaurar todas as coisas em Cristo anime o seu ministério episcopal. Maria Imaculada a padroeira do Amazonas é o modelo de nova criatura restaurada em Cristo. Que ela o acolha. Nós, teus irmãos no episcopado já te acolhemos desde que soubemos da tua eleição”, concluiu Dom Sérgio.

Após a leitura do evangelho e da homilia, a Igreja local pediu ao bispo ordenante principal, Dom Sérgio Castriani, que ordenasse o eleito Dom Tadeu, que perante os bispos e todos os fiéis, exprimiu a vontade de exercer o seu ministério episcopal de acordo com o pensamento de Cristo e da Igreja, em comunhão com a Ordem dos Bispos, sob a autoridade do sucessor do Apóstolo São Pedro.  Pela imposição das mãos dos bispos e a Oração de Ordenação foi conferido ao eleito o dom do Espírito Santo para o múnus de bispo.  Em seguida , houve a imposição do livro dos Evangelhos sobre a cabeça de Dom Edmilson e a entrega do livro nas mãos do Ordenado, manifestando que o principal ministério do Bispo é a pregação fiel da palavra de Deus. Foi ungida a sua cabeça, significando a sua participação peculiar no sacerdócio de Cristo; entregue o anel, que significa a fidelidade do Bispo para com a Igreja, esposa de Deus; a imposição da mitra, consistindo na incessante procura da santidade; e com a entrega do báculo pastoral, lhe foi dado múnus de governar a Igreja que lhe é confiada. Por fim, pelo ósculo da paz dado pelo bispo ordenante e demais bispos, Dom Edmilson foi aceito no Colégio dos Bispos.

Para Dom Edmilson Tadeu, é uma alegria assumir esta missão e estar junto do povo e pertencer àquele clero e à Arquidiocese de Manaus significa para ele uma dimensão da vida missionária.

Segundo o Inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, padre Gildásio Mendes, a ordenação  de Dom Edmilson Tadeu é um presente aos salesianos de Dom Bosco e significa que a semente do Evangelho foi plantada e semeada, e todos vêem um padre de Corumbá, do Pantanal, assumindo o serviço apostólico em outra Arquidiocese.

Além do arcebispo a Arquidiocese de Manaus esteve representada pelo bispo auxiliar Dom José Albuquerque, pelo padre Marco Antônio, diácono Francisco Andrade, secretário da Regional Norte 1 da CNBB e pelos cerimoniários Alysson Freire e Juan Gabriel.

 

Confira o registro fotográfico:

ordenacao-d-tadeu-_-montagem-1-2

ordenacao-d-tadeu-_-montagem-1-1

ordenacao-d-tadeu-_-montagem-1-3

Fotos:  Juan Gabriel

 

 

Veja a reportagem feita pela TV Morena – Filiada Globo de Mato Grosso do Sul.

Primeiro bispo nascido em MS é ordenado  –  http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/bom-dia-ms/videos/v/primeiro-bispo-nascido-em-ms-e-ordenado/5509913/



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz