Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom Mário Antônio é homenageado e recebe título de cidadão de Manaus na CMM

Na manhã do dia 23 de novembro, o bispo Dom Mário Antônio da Silva recebeu o diploma de cidadão de Manaus durante sessão solene ocorrida na Câmara Municipal de Manaus, presidida pelo vereador Jairo da Vical. A homenagem foi proposta pelo vereador Waldemir José em agradecimento pelos relevantes serviços prestado à capital do Amazonas por seis anos, quando foi bispo auxiliar da Arquidiocese de Manaus.

 

Estiveram presentes, compondo a mesa da solenidade  Dom Sérgio Castriani, arcebispo metropolitano de Manaus; Maria da Graça Prola, secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, representando o governo do Estado do Amazonas; Felipe Abrahim, subsecretário em exercício da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), representado o Prefeito de Manaus; deputado estadual Abdala Fraxe, representando a Assembleia do Legislativa  Estado Amazonas; procuradora de justiça Suzete Maria dos Santos, representando a Procuradoria Geral de Justiça do Estado; o capelão Alexandro Freitas, representando o 7. Comando Aéreo de Regional.

 

Após a entrega da placa, o propositor dessa homenagem, vereador Waldemir José, afirmou esse título de cidadão de Manaus refere-se a todo o trabalho que Dom Mário realizou junto aos invisíveis de nossa cidade, pela contribuição dada através da pregação do Evangelho, de formação de agentes de pastorais, dos padres, abrindo os olhos destes para enxergar os pobres e excluídos, uma dimensão profética e transformadora.  “A igreja já fez suas homenagens, e a sociedade não podia deixar de fazer a sua. É uma forma também de lembrar as pessoas invisíveis, que foram beneficiadas por seus serviços. Agradeço, em nome da cidade de Manaus, todas as ações que o senhor esteve envolvido em sua passagem por aqui”, destacou Waldemir José.

 

Dom Mário agradeceu pela homenagem e, há dois meses morando em Boa Vista, afirmou estar com saudades de Manaus e de seu povo que tão bem o acolheu e demonstrou enorme carinho e amizade. Disse ainda que tem o contínuo desafio que é seguir seu lema episcopal “Testemunhar e servir”, por ser um ideal que quer por em prática todos os dias. Citou um trecho da primeira carta de São Paulo Apóstolo aos Corintios(Hino da Caridade) destacando o grande ensinamento dado: “ele nos ensina que amor é comportamento, é atitude”

 

O bispo afirmou que vale a pena gastar a vida nas causas da dignidade humana, hoje tão ameaçada, também ressaltou que sempre quis ser missionário na Amazônia, sendo uma alegria ter sido enviado para Manaus e agora Roraima. “Recebo esta homenagem com carinho e peço a Deus que eu possa seguir sempre com humildade e amor. Continuarei rezando por todos. Manaus sempre estará em meu coração, minha cidade do Amazonas”, declarou e encerrou agradecendo a Dom Sérgio Castriani por tudo e por ter sido uma importante figura paterna.

 

Confira as fotos na fanpage da Arquidiocese de Manaus  https://www.facebook.com/pg/arquidiocesedemanaus/photos/?tab=album&album_id=1136330303147769



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz