Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Dom Sérgio é homenageado em Sessão Especial na Aleam que tratou do dia da consciência negra

Na manhã de segunda-feira (21/11), aconteceu na a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) uma sessão especial pelo Dia da Consciência Negra, de autoria dos deputados José Ricardo, Luiz Castro e Alessandra Campêlo. O evento reuniu lideranças religiosas e de organismos que lutam contra a intolerância religiosa e preconceito racial.

Compuseram a mesa do evento a Secretária de Justiça de Direitos Humanos e Cidadania, Graça Prola; a procuradora de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE/AM), Suzete Maria dos Santos;  o secretário municipal de Direitos Humanos, Felipe Isper Abrahim Neto; o defensor público, Roger Moreira, representando a Defensoria Pública do Amazonas (DPE/AM); o representante da  Articulação Amazônica dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (Aratrama), Alberto Jorge; o Fórum Permanente de Afrodescendentes do Amazonas (Fopaam), representado por Raimunda Nonata Correia; 0 Movimento Orgulho Negro do Amazonas, representado por Cristian Rocha; a União de Negros e Negras do Amazonas, representada por Cristiane Oliveira; o arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani e os deputados que propuseram esta sessão especial.

Na ocasião, dentre as diversas homenagens concedidas às personalidade que participaram das lutas em favor da igualdade racial e diálogo inter-religioso, o arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani, foi lembrado e presenteado com uma placa em reconhecimento por promover, enquanto líder religioso e autoridade máxima da Igreja católica de Manaus, a fraternidade e o amor entre todos independente de raça ou religião, estar a serviço do outro e pregar contra a intolerância religiosa.

Também foram homenageados através de certificados a Mãe Raimunda Guimarães Viegas (in memorian) representada por Manoel da Vera Cruz Guimarães; a professora Clara de Moraes Campos; o Instituto Cultural Ajuri (INCA), representado por Marcos Moura; Cristiano Correa dos Santos; a União de Negros e Negras pela Igualdade, representada por Cristiane Oliveira; Fórum de Mulheres Afro-Ameríndias e Caribenhas; o Fórum Permanente de Afrodescendentes do Amazonas (Fopaam), representado por Gláucio Gama Fernandes.

 

Graça Prola, titular da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, afirmou que esta é uma luta que deve ser contínua e que este ano houve atividades de conscientização contra o preconceito e o racismo.

 

Na ocasião, Alberto Jorge, da Articulação Amazônica dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana (Aratrama) revelou uma importante conquista, a aprovação da criação de uma Política de Atenção à Saúde da População Negra, publicado no Diário Oficial do Estado do Amazonas, no dia 18 de novembro de 2016, número 33.405, página 4.

 

montagem-_-aleam_21nov2016



Por: Ana Paula Gioia Lourenço

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz