Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Rádio Rio Mar comemora 62 anos e anuncia conquista da FM em missa na Catedral Metropolitana

Às vésperas de completar 62 anos de existência, a Rádio Rio Mar, inaugurada no dia 15 de novembro de 1954, viu um sonho começar a se tornar realidade. Após 33 anos de espera, no último dia 7 de novembro (dia do radialista), o arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, e o bispo emérito, Dom Luiz Soares Vieira, estiveram em Brasília, no Palácio do Planalto, para participarem da cerimônia de migração da Rádio, de Amplitude Modulada (AM) para Frequência Modulada (FM),  e  enfim, assinaram o tão sonhado o Termo Aditivo de Adaptação de Outorga de AM para FM.

Para celebrar tal conquista e o aniversário  de mais um ano de existência da Rádio (62 anos) e da Fundação Rio Mar (18 anos) foi realizada na manhã do dia 13 de novembro, na Catedral Metropolita Nossa Senhora da Conceição, uma missa em ação de graças, presidida por Dom Sérgio Castriani, e concelebrada por padre Charles Cunha. Estiveram presentes na celebração todos os funcionários e colaboradores. Na ocasião, o diretor superintendente da rádio, pe. Charles, anunciou e festejou a conquista da Radio, que em breve operará na frequência FM 103.5 MHz.

“Deus nos deu esse presente com muita luta e muito sacrífico, o governo fez a parte dele, fez justiça, e agora começa a nossa parte. O que parecia impossível, depois de 33 anos começa a se tornar realidade. No dia 7 de novembro, mês de aniverário da Rádio Rio Mar, Deus fez justiça. Dom Sérgio e Dom Luiz assinaram em Brasília o documento e no dia 11 de novembro saiu no Diário Oficial. Agora podemos dizer de coração grato a Deus que a nossa Rádio Rio Mar vai virar FM”, comentou Padre Charles.

“Celebramos 62 anos de história da nossa rádio, uma rádio católica, diferente pois não quer ser puramente comercial, mas ser voz daqueles que confiam em Deus, levar a verdade e a esperança a todos, na perpectiva do Evangelho. Esse é o sentido ser uma rádio promotora da verdade. Há 33 anos atrás sonhavamos em ser FM e finalmente se faz justiça, pois a Rio Mar junto com mais de mil rádios que fizeram história da comunicação no Brasil e hoje tem o mesmo sentimento de justiça. Nossa é uma história de esperança, na certeza de que Deus faria justiça”, afirmou Dom Sérgio.

A partir de agora, com a FM, a Rádio Rio Mar terá algumas vantagens como uma melhor qualidade de áudio, menor custo de operação e de manutenção, e aumento do maior público ouvinte, pois será possível sintonizar a emissora pelo celular/tablet. Porém, antes de iniciar a transmissão pela FM 103,5 MHz, é preciso cumprir exigências do Ministério das Comunicações, tais como preparar uma programação adequada e adquirir equipamentos para a troca do sistema de transmissão de sinal para radiofrequência FM.

Para conseguir o recurso necessário, a Arquidiocese de Manaus, iniciou ao final da celebração uma campanha junto as suas comunidades católicas e ouvintes para que contribuam na efetivação desse sonho de evangelização da Amazônia pelas ondas do rádio, iniciado em 1954, por Dom João de Souza Lima, então arcebispo de Manaus.

“Começa, hoje, uma grande campanha e todos nós somos convidados a fazer esse mutirão em prol da Rádio Rio Mar, para a compra de equipamentos e reforma de nossos estúdios. Durante seis meses queremos contar com a ajuda dos amigos da rádio Rio Mar, participando dessa campanha doando apenas R$ 25, para isso basta preencher um ficha com nome e telefone e entraremos em contato com vocês para pegar os demais dados. Essa rádio é nossa, é da nossa Igreja e esperamos que cada católico de nossa arquidiocese se sinta parte desse sonho. Sonho que se sonha só é penas uma sonho, mas sonhos que se sonha junto se torna realidade. A partir de hoje iremos em cada paróquia e área missionária em busca dos amigos da Rio Mar”, anunciou padre Charles.

Fechamento da Porta Santa

Ao final da celebração, Dom Sérgio realizou um breve rito para o fechamento da Porta Santa, aberta no dia 13 de dezembro de 2015, por ocasião do Ano Santo da Misericórdia.   Inicialmente invocou o Espírito Santo pedindo que seja a presença de Deus na vida de todos que clamam a misericórdia,  em seguida pediu a todos que rezassem a oração do Pai Nosso, para que Deus reine e faça a sua vontade e por fim, com hino do Ano Santo da Misericórdia, Dom Sérgio fechou a Porta Santa da Catedral Metropolitana.

O encerremento do Ano Santo da Misericórdia e o fechamento da Porta Santa também aconteceu no Santuário de Fátima, na noite do dia 13 de novembro.  No Santuário de São José ocorrerá no dia 17 de novembro, às 19h, e no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, está agendado para o dia 18 de novembro, às 18h.

 

montagem

Colaborou Ana Paula Gioia Lourenço –  Assessora de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz