Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Caminhada Missionária finaliza com missa campal no Santuário de São José

Cerca de aproximadamente 5 mil pessoas de todas as idades, entre leigos, religiosos e consagrados, participaram na tarde deste domingo, 23 de outubro, da Caminhada Missionária que esse ano teve como tema: “Cuidar da Casa Comum é nossa missão”. O local escolhido para a concentração foi no Largo Mestre Chico (atrás da Cadeia Pública), onde por volta das 16h os participantes, reunidos em grupos, movimentos ou pastorais, saíram em caminhada, agitando suas bandeiras e cartazes, até Santuário São José Operário, no Centro, onde foi celebrada uma missa campal presidida pelo Arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani, e concelebrada por vários padres convidados.

Um pouco antes de saírem em peregrinação, os coroinhas da Paróquia de São Jorge, fizeram uma apresentação representando as missões e a cultura amazonense ao som da música Salve a Mãe Natureza, Depois dessa primeira parte, foi a vez de receberem as bênçãos do arcebispo. “É muito bonito ver tanta gente hoje aqui reunida, no dia das missões, lembrando que a igreja está sempre em missão, lembrando dos missionários do mundo todo, que estão além das fronteiras, que estão em todos os povos. Boa caminhada e que Deus abençoe a todos”, disse Dom Sérgio no seu discurso antes de colocarem o pé na estrada rumo ao santuário.

Durante a caminhada, crianças, jovens e adultos, leigos e religiosos, se uniram num coração, orando, cantando, louvando, dançando e, principalmente, divulgando com suas faixas, cartazes, bandeiras, a importância da vocação missionária que cada um de nós temos. “Aqui já temos um grupo praticamente formado, fazendo sua primeira caminhada de muitas que virão”, disse Neirevane Pereira, ao se referir às crianças da Infância Missionária, que vieram da Área Missionária Santos Mártires, localizada no bairro do zumbi dos palmares. Segundo Lorena de Castro, os “pré-requesitos” para ser missionário são simples, basta ter “força de vontade, persistência e conhecimento da palavra de Deus”, explicou a pequena missionária de apenas nove anos.

Ao chegar no Santuário de São José, todos trataram logo de se acomodar como puderam para assistir à missa campal. Para isso os devotos se espalharam por todos os cantos da área externa, sentando no chão, nas escadas ou em algumas cadeiras que foram providenciadas para a celebração e, nem a falta de energia que fez assistirem a missa no escuro, fez desistir de participar desse momento tão importante do dia mundial das missões. “Eu achei muito participativa a procissão e todos que vieram fizeram muito bonito encerrando com essa bela missa”, disse Maria do Socorro da Área Missionária Santa Helena, do setor Padre Ruggero Ruvuletto. 

Homilia do Arcebispo

Em sua homilia, Dom Sérgio ressaltou mais uma vez a importância da vocação missionaria. “Nesse dia das missões nós queremos reforçar nossa fé na missão que nós recebemos de Deus, de sermos Igreja, pois igreja que não é missionária não é igreja. Somos chamados a combater o bom combate, a ser missionários, a ser aquela pessoa que ouve e se compadece com o sofrimento das pessoas e vai além dos limites e das fronteiras, pois a recompensa do missionário é o próprio Deus”, comentou o arcebispo.  

montagem



Por: Érico Pena

Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Manaus



Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz