Arquidiocese de Manaus
Arquidiocese de Manaus

Resultado das Eleições 2016 – Artigo de Pe. Geraldo Bendaham

O resultado das eleições de 2016 demonstra que falta muito para os cidadãos melhorarem a qualidade do seu voto. Muitos candidatos de qualidades éticas e bem preparados que deveriam ser votados foram esquecidos. Outros, despreparados, preguiçosos e até corruptos ganharam voto de confiança do eleitor. Para exemplificar esta realidade inconsequente do voto, cito o caso do Estado do Amazonas, município de Coari, onde o filho do ex-prefeito que está preso em Manaus por roubo de dinheiro público, corrupção e acusado de chefiar uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes no município, foi eleito. A sua vice – prefeita é sua irmã. De modo que tudo está em família.

Antes, porém, a justiça entendeu que os candidatos eram “inelegíveis, no território da jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau, segundo o artigo 14 da constituição federal”. Portanto, indeferiu a candidatura. No entanto, a própria justiça, em segundo momento, toma outra decisão e libera os candidatos. Que justiça é esta? No mínimo é muito estranho o que ocorre na justiça do Amazonas. O caso mencionado não é o único que ocorreu nas eleições que provam que o eleitor, com rara exceção, não tem a dimensão das consequências do seu voto. Muitas vezes votam irresponsavelmente em candidatos que utilizam argumentos na campanha capazes de persuadir os tolos e os menos críticos, com promessas que iludem os eleitores despreparados que não sabem da força e da qualidade do seu voto.

Portanto, é urgente nas próximas eleições melhorar a qualidade do voto. Votar em pessoas preparadas e comprometidas, sobretudo com os pobres, pois são eles os que mais sofrem quando os políticos são péssimos, desonestos, vendidos, traidores do povo. Para isso, os movimentos sociais sérios, e sobretudo a Igreja Católica através das suas escolas de Fé e Política continuem a missão de educar o povo para que despertem a consciência crítica e cidadã. Assim teremos mais votos de qualidades!

Por Padre Geraldo Ferreira Bendaham – Coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Manaus


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz